O auditório da sede da CBF foi o palco do Prêmio Brasileirão 2016, a cerimônia de encerramento que premiou os melhores do campeonato. O evento, que aconteceu na noite desta segunda-feira (12), teve a transmissão ao vivo do canal SporTV e foi acompanhada por atletas, dirigentes, jornalistas e convidados.

A seleção do campeonato foi escolhida por jornalistas de todo o Brasil por meio de votação. Nesse ano, o grupo foi formado basicamente por jogadores das quatro equipes melhores colocadas no campeonato: Palmeiras, Santos, Flamengo e Atlético Mineiro.

Ainda foram anunciados na noite os prêmios de melhor técnico, técnico revelação, melhor árbitro e árbitro assistente, craque do campeonato e da galera, além do atleta revelação.

Rogério Micale, técnico da Seleção Olímpica campeã da Rio 2016, recebeu uma réplica da medalha de ouro em nome da comissão técnica. O técnico de ouro foi lembrado pela conquista inédita e foi o primeiro premiado da noite.

A primeira edição do e-Brasileirão coroou o jovem Guilherme Fonseca, o Guifera, do Santos. Vice-campeão mundial do PES, o jogador de apenas17 anos, recebeu o prêmio conquistado na última quinta-feira (8).

Um jogo não é só feito de jogadas bonitas, desarmes precisos e passes bem feitos. Dentro das quatro linhas, é importante respeitar o adversário e manter o profissionalismo para realizar uma partida bonita e agradável de se ver e torcer. E o Flamengo soube juntar todos esses elementos e ganhou o prêmio Flair Play. O meia Diego recebeu o troféu em nome do Rubro-Negro. Depois disso, chegou a hora de premiar cada um dos jogadores e técnicos eleitos como destaques do Brasileirão em 2016.

A seleção começou a ser montada pelo sistema defensivo, que teve três jogadores do Palmeiras. Com Jailson no gol, a defesa da Seleção do Brasileirão foi completada com Jean e Yerry Mina, do Palmeiras, além de Geromel, do Grêmio, e Jorge, do Flamengo.

Personagens importantes de uma partida de futebol, os árbitros não poderiam ficar de fora. O trio paulista formado por Raphael Claus, Marcelo Van Gasse e Rogério Zanardo foi eleito o melhor do Brasileirão e recebeu os troféus de melhor árbitro e melhores árbitros assistentes, respectivamente.

O Brasileirão 2016 também foi marcado pelos novos talentos que surgiram no futebol brasileiro. Um deles foi o meio-campista Vitor Bueno, do Santos, que foi eleito o atleta revelação do campeonato. Mas não foi só dentro das quatro linhas que os novatos foram lembrados. O técnico Jair Ventura, um dos responsáveis por levar o Botafogo à Taça Libertadores da América, acabou com o prêmio de técnico revelação do Brasileirão.

Entre os meio-campistas, a Seleção teve novamente três jogadores do Palmeiras entre quatro possíveis. Moisés, Tchê Tchê e Dudu foram os melhores jogadores de meio-campo do Brasileirão, ao lado de Diego, do Flamengo. O rubro-negro chegou ao Fla durante o campeonato e mudou o patamar do time no Brasileirão.

Depois do prêmio para os meias, foi a vez de conferir o gol mais bonito do campeonato, de acordo com a opinião dos internautas. Em votação na página oficial da CBF no Facebook, o gol marcado por Zé Roberto, contra o Santa Cruz, desbancou outros três candidatos pelo prêmio.

E se é para falar de gol, nada como lembrar dos grandes artilheiros do Brasileirão. Nesta edição, três jogadores dividiram a artilharia, com 14 gols: Diego Souza, do Sport Recife; Fred, do Atlético-MG; e William Pottker, da Ponte Preta. Mantendo a premiação no setor ofensivo, os dois melhores atacantes do Brasileirão foram homenageados. O ataque do campeonato foi formado por Robinho, do Atlético-MG, e Gabriel Jesus, do Palmeiras. Jesus ainda foi escolhido como o craque do Campeonato Brasileiro, um ano depois de ser o atleta revelação.

Do Palmeiras também veio o grande técnico da competição: Cuca. Campeão brasileiro pela primeira vez em 2016, Cuca foi o mais votado entre os comandantes do Campeonato Brasileiro.

O goleiro Danilo (in memoriam) da Chapecoense foi eleito o Craque da Galera. Dona Ilaídes recebeu o prêmio em nome do filho que foi vítima do acidente com o avião da equipe, que também levou a vida de profissionais da imprensa e dirigentes. Além da eleição, uma homenagem foi prestada a todos os falecidos na tragédia do dia 29 de novembro.

Seleção do Brasileirão 2016: 

Goleiro – Jailson, Palmeiras

Lateral-direito – Jean, Palmeiras

Zagueiro – Geromel, Grêmio

Zagueiro – Yerry Mina, Palmeiras

Lateral-esquerdo – Jorge, Flamengo

Volante – Tchê Tchê, Palmeiras

Volante – Moisés, Palmeiras

Meio-campo – Diego, Flamengo

Meio-campo – Dudu, Palmeiras

Atacante – Robinho, Atlético Mineiro

Atacante – Gabriel Jesus, Palmeiras

Melhor técnico: Cuca, Palmeiras

Técnico revelação: Jair Ventura, Botafogo

Jogador revelação: Vitor Bueno

Craque do campeonato: Gabriel Jesus, Palmeiras

Craque da galera: Danilo, Chapecoense

Gol mais bonito (#Facegol): Zé Roberto, Palmeiras