You are here

Frente Subtropical na costa do Sudeste nas olimpíadas

Durante a madrugada desta terça e quarta-feira, 10/08, uma onda frontal estacionário irá subir do Sul do Brasil lentamente na forma de cavado com suporte do Jato Subtropical (JS) e baixos níveis, poderá ocasionar chuva forte localizada, vendavais de até 100 km/h, descargas elétricas e eventual queda de granizo. O mar também poderá ficar de ressaca com ondas entre 3.00 à 5.00 metros.

10-08-2016 FRENTE-SUBTROPICAL_08

Segundo os modelos NAVAGEM, GEM e GFS poderemos ter uma curta onda de frio entre os dias 09 à 11/08 quando a onda frontal (ciclone) poderá ganhar as características subtropicais na forma de baixa pressão sem o risco de evoluir. A baixa pressão formará nas próximas 48 horas, e poderá causar linhas de instabilidades sobre a regiões costeira de SP, RJ e ES associadas as nuvens convectivas. Existe divergências em alguns modelos quanto a real quantidade de chuva em mm no Sudeste.

11-08-2016 NAVAGEM_08

O transporte de umidade do oceano em direção ao continente deixará o dia com muitas nuvens e chuva a qualquer hora no leste de SC, do PR e centro sul de SP (incluindo a capital) Além disso, pelas próximas 72 horas persistirá a condição de tempo quente e seco na parte central do Brasil, como é típico da época do ano, associado a atuação do anticiclone em nível médio da atmosfera.

10-08-2016 ur700_global_d1_10

Explicação de Ondas Frontais:

As frentes quentes, que desde o norte da Argentina e do Paraguai se aproximam do nordeste da Argentina, do Uruguai e do Rio Grande do Sul, com freqüência acostumam a ficar estacionados sobre algumas Províncias do nordeste de Argentina (Santa Fé e Entre Rios) e sobre o Uruguai. Desta forma se transformam em frentes estacionários. O mesmo acontece com as frentes frias. Após de atravessar a Patagônia Argentina, podem ficar estacionadas nos mesmos lugares geográficos mencionados anteriormente, para transformar-se também em frentes estacionários. A partir de uma frente estacionária pode formar-se um sistema meteorológico particular, denominado “Onda Frontal”. No interior da frente estacionária, se forma um centro de baixa pressão, ficando definidos dois ramos frontais. Um é o ramo frio que se desloca de sudoeste para nordeste. E o segundo, ramo quente ou nova frente quente. Desta maneira, através desses centros de baixa pressão, é como se combinam as frentes frias com as frentes quentes.

Segue as predições:

Terça-feira 09/08 – A frente estacionária sobe lentamente, o tempo fica muito nublado e pode chover no fim da tarde de forma isolada. Durante o dia permanecerá com as temperaturas altas. A chuva se generaliza durante a madrugada;

Quarta-feira 10/08 – Tendência é que tenha uma onda frontal (ciclone) sobre o Atlântico, próximo a costa do RJ e ES. Este sistema apresenta características subtropicais devido ao suporte dinâmico da corrente de jato subtropical. Isto deverá contribuir para que tenha bastante nebulosidade e pancadas de chuva em grande parte do cone leste paulista, RJ e sul do ES. Queda acentuada das temperaturas;

Quinta-feira 11/08 – A frente Subtropical passa pela capital, os riscos de chuvas mais fortes ficarão para a região norte do RJ associado ao ciclone que veicula umidade do oceano em um fluxo de SW possivelmente ventoso.  As chuvas talvez sejam fracas e devem persistir durante o dia;

Sexta-feira 12/08 – Tempo muito nublado, mas deve parar de chover no RJ. ES e BA região sul, devem receber as maiores quantidades de chuvas associado a frente fria do ciclone em alto mar.

10-08-2016 NAVAGEM_08

Sábado 13/08 – Tempo começa a abrir diminuindo os risco de chuvas na capital do RJ. Existe risco de baixas pressões sobre a região Sul e Serrana. No ES persiste o risco de baixas pressões sobre o estado.

Domingo 14/08 – As temperaturas voltam a subir entre o RJ e ES. A baixa pressão se desloca para o mar ficando mais afasta da costa. Na Bahia aumentando os riscos de chuva nessa região devido a frente-fria do ciclone.

Colaboração do professor Douglas. V. O. Lessa

Fonte de pesquisa NOAA, GFS, NAVAGEM, INPE, Windyty, Marinha do Brasil, WXBrasil.

Deixe uma resposta

Top