You are here

Equipe de ciclismo da Holanda treina para os Jogos Olímpicos Rio 2016 no Velódromo, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca

 

Imagine uma enorme pista de autorama na qual, no lugar dos carrinhos, bicicletas futuristas, embaladas pelos melhores atletas do planeta, giram em um percurso oval em velocidades impressionantes que podem ultrapassar os 70 km/h.

Trata-se de um esporte em que seus praticantes levam tão ao limite a busca pela superação que as bikes, desenvolvidas exclusivamente para correr nessas condições, não têm freios. E tampouco marchas. No negócio do ciclismo de pista, o que vale é pedalar cada vez mais forte.

É essa competição, movida a velocidade, que os fãs do esporte experimentarão, entre os dias 11 e 16 de agosto, no Velódromo Olímpico, palco das provas da modalidade nas primeiras Olimpíadas da América do Sul.

Embora as disputas por medalhas só comecem daqui a quase duas semanas, a movimentação no Velódromo – a última das instalações de competição entregues para os Jogos Rio 2016, inaugurada em 24 de junho – tem sido intensa desde a última quarta-feira (26.7), quando os atletas começaram a treinar no local.

Nesta sexta-feira (29.7), ciclistas de Cuba, Austrália, Holanda e Alemanha pedalaram na imponente pista montada no Parque Olímpico na Barra da Tijuca e, longe dos olhares do público, puderam se familiarizar ainda mais com o lugar onde cada um deles tentará atingir o ápice de suas performances.

Até aqui, os atletas estrangeiros ainda parecem tímidos e têm evitado falar com a imprensa. Ninguém de Cuba, Austrália ou Holanda quis conversar com os jornalistas. Ao fim dos trabalhos da Alemanha – último país a treinar nesta sexta-feira – apenas um atleta, o jovem Kersten Thiele, topou dar entrevista.

Aos 23 anos, Thiele, integrante da equipe alemã da prova de perseguição, disputa os Jogos Olímpicos pela primeira vez. Para ele, estar no Rio de Janeiro com seus companheiros é o maior momento de sua carreira e é impossível esconder a felicidade.

“Para mim estar aqui é a realização de um sonho”, diz o ciclista, sorridente. “Chegamos há quatro dias e quando cheguei à Vila e vi todos aqueles prédios com as bandeiras dos países achei bem impressionante. Estou gostando muito. Já experimentei feijoada e achei muito bom. Também gostei muito do churrasco, achei demais”, elogiou.

O alemão fez uma avaliação da pista, construída especialmente para os Jogos Olímpicos. “As curvas são bem estreitas e as retas bem longas. É um pouco complicado para competir por equipe e então acho que a prova será bem técnica”, analisou. “Os cantos também são bem altos. É uma pista parecida com a de Cali, na Colômbia, é bem rápida”, comparou. “O que tenho percebido é que a madeira da pista, por ser muito nova, está ficando mais seca e mais quente e isso a torna ainda mais rápida. A cada treino que fazemos os tempos caem. Então acho que vamos ter provas bem rápidas”, prevê.

Indagado sobre suas expectativas, Kersten Thiele foi comedido. “Estamos aqui com os cinco (incluindo o reserva) ciclistas mais fortes da Alemanha. Se pudesse escolher, iria querer ficar com a medalha de bronze, pois na prova de perseguição por equipe a Austrália e a Grã-Bretanha são muito fortes. Mas acho que o mais realista é pensar no quinto lugar”, encerrou o ciclista que, junto com seus companheiros, dispensou o ônibus dos atletas e retornou à Vila Olímpica pedalando.

Luiz Roberto Magalhães – brasil2016.gov.br

 

 

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

29/07/2016- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- Equipe de ciclismo da Holanda treina para os Jogos Olímpicos Rio 2016 no Velódromo, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Deixe uma resposta

Top