You are here

Medalhista olímpico paga para levar tocha para casa

Raquel Endres, esposa de Gustavo Endres, fez um desabafo depois que seu marido carregou a tocha olímpica. O texto publicado na página oficial do ex-jogador no Facebook se deu com o intuito de protestar sobre a informação de que todos os condutores eram premiados com o objeto, mas apenas uma parcela destes, a ser selecionada de acordo com os patrocionadores, receberia a tocha.

Junto ao texto, Raquel publicou o recibo da compra da tocha, que custou R$ 1985,00 e demonstrou sua indignação com o fato de Gustavo não ter sido premiado com o artigo, tendo em vista a sua relevância para o esporte olímpico.

O ex-atleta de 40 anos foi medalha de ouro na Olimpíada de Atenas, em 2004, e prata em Pequim 2008, além de ter sido duas vezes campeão pan-americano e seis vezes mundial.

Leia o desabafo de Raquel Endres na íntegra:

Quem me segue sabe bem que não sou de ficar criando polêmica no Facebook ou estendendo bandeiras e tomando partidos; mantenho muitas opiniões pra mim mesma mesmo pq independentemente de ter ideais e princípios diferentes de amigos meus, costumo respeitar a todos! Porém este desabafo diz respeito a TOCHA OLÍMPICA. Quero q vcs saibam como é o esquema da coisa toda de verdade; hoje pela manhã me deparei com uma reportagem no Zero Hora onde escreveram q o condutor da tocha GANHAVA a mesma; o q não é verdade; a tocha só é presenteada aos condutores q foram escolhidos pelos patrocinadores Bradesco, Nissan e Coca Cola (posso estar esquecendo alguém) porém os condutores nomeados pelas prefeituras NÃO GANHAM A TOCHA MAS PODEM COMPRAR A MESMA SE QUISEREM!

 

Foto: Francisco Medeiros/ ME

Foto: Francisco Medeiros/ ME

06/7/2016- Rio Grande do Sul, Brasil- Mulher do medalhista olímpico, Gustavo Endres (medalha de ouro da Olimpíada de Atenas  2004), desabafa em rede social por ter que pagar para ter a tocha como lembrança.

Fotomontagem

Fotomontagem

Fotomontagem

Fotomontagem

 

 

Deixe uma resposta

Top