You are here

Chuva de meteoros Aquáridas poderá ser visível até 11 de Maio

Entre os dias 21 de abril e 11 de maio acontece a chuva de meteoros Eta Aquáridas, e isso ocorre todo ano, quando a Terra passa pelo rastro de detritos deixado pelo famoso Cometa Halley (1P/Halley). Mas é nos dias 05 e 06 de maio que temos o pico da chuva Eta Aquaridas, momento em que a maior taxa de meteoros poderá ser observada.
OBSERVATÓRIO NACIONAL
 
Em inglês, essa chuva é chamada “Eta Aquarids”, em português ela é conhecida por alguns nomes parecidos, como Eta Aquáridas, Eta Aquarídeas, Eta Aquarídeos e Eta Aquaridea. Ela é a primeira chuva de meteoros do ano resultante do cometa Halley, sendo que a segunda chuva desse cometa acontece em outubro, a famosa Orionidas.
 
O evento recebeu o nome “Eta Aquáridas”, pois seu radiante, onde tem início, vem da região do céu onde fica a estrela Eta Aquarii, entre as constelações de Aquário, Peixes e Pégaso. A expectativa é que 65 meteoros cruzem os céus a cada hora.
 
“Elas ocorrem quando a Terra cruza a órbita de algum cometa, o que faz com que pequenos fragmentos que o cometa deixa ao longo da sua órbita penetrem a atmosfera num curto intervalo de tempo e em trajetórias quase paralelas”, explicou Fernando Roig, pesquisador do Observatório Nacional.
 
Os meteoros são pequenos corpos celestes que se deslocam no espaço e entram na atmosfera da Terra, queimando parcial ou totalmente devido ao atrito com a atmosfera terrestre e ao contato com o oxigênio.
 
Embora a constelação de Aquário seja visível em praticamente todo o planeta, a chuva de meteoros Eta Aquaridas é melhor observada no hemisfério sul, isso porque a constelação de Aquário está situada ao sul da linha do equador.
 
Apesar do pico (maior quantidade de meteoros) ser esperado para a madrugada entre os dias 05 e 06 de maio, as previsões para a chuva de meteoros Eta Aquáridas 2016 apontam que o pico poderá se estender, com chances de gerar muitos meteoros já no dia 04 de maio, e seguindo até o dia 07 de maio. Entre os dias 06 de maio e 11 de maio, são esperados meteoros do tipo bola de fogo (bólidos), que nada mais são do que meteoros muito brilhantes, originados de fragmentos maiores.
Fonte de pesquisa Observatório Nacional.

Deixe uma resposta

Top