You are here

Papa Francisco visita a ilha grega de Lesbos, na Grécia

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

16/04/2016- Grécia- O papa Francisco com o primeiro-ministro da Grécia,  Alexis Tsipras.

 

A primeira viagem oficial do atual líder da Igreja Católica, em meados de 2013, o levou à ilha italiana de Lampedusa. Neste sábado (16/04), o papa Francisco voltou a visitar um outro local tornado símbolo da miséria dos refugiados na Europa: Lesbos, no norte do Mar Egeu.

No auge do afluxo de migrantes do Oriente Médio, no penúltimo trimestre de 2015, mais de 7 mil pessoas chegavam diariamente às praias da terceira maior ilha da Grécia. Lá também foi instalado o primeiro centro de acolhimento e processamento para os migrantes, um assim chamado hotspot.

Segundo o canal estatal de TV grego ERT, Francisco propôs-se a levar consigo para a Itália oito refugiados sírios e dois afegãos. A inclusão desses últimos no grupo tem caráter simbólico, já que a União Europeia cessou automaticamente de considerar como refugiados os migrantes do Afeganistão, excluindo-os das nacionalidades cujos requerimentos de asilo são passíveis de aprovação.

A visita do papa a Lesbos coincide com a implementação de um controverso acordo entre a UE e Ancara, com o fim de sustar o afluxo migratório para a Europa. Ele prevê a detenção e deportação imediata para a Turquia dos que aportem em território grego nos barcos de traficantes – a menos que sua solicitação de asilo na Grécia tenha sido deferida.

 

 

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

Foto: Prime Minister of the Hellenic Republic

Deixe uma resposta

Top