You are here
Home > Turismo

Conheça o Museu Ecológico Franz Krajcberg, em Nova Viçosa, na Bahia

Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil. Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje. Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo. Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA
Nova Viçosa- BA- Brasil- 22/01/2016- Museu Ecológico Frans Krajcberg. Frans Krajcberg nasceu na Polônia e adotou o Brasil como sua nação. Filho de judeus, lutou durante a Segunda Guerra Mundial contra as forças nazistas, para quem perdeu a família em um campo de concentração em 1945, mudando-se no ano seguinte para o Brasil.
Das lembranças da guerra, Krajcberg tira inspiração para fazer suas obras. Ele se naturalizou brasileiro em 1954 e fincou morada no município de Nova Viçosa, no sul da Bahia, onde mora até hoje.
Krajcberg sempre estive ligado às questões do meio ambiente e se dedica ao combate de crimes ambientais, queimadas, desmatamento, crimes contra povos indígenas e exploração de minérios. Em 2012, o artista foi consagrado com o Grande Prêmio de Enku como melhor escultor do mundo.
Foto: Tatiana Azeviche/ SeturBA

 

 

 

 

 

 

One thought on “Conheça o Museu Ecológico Franz Krajcberg, em Nova Viçosa, na Bahia

  1. Estou muito contente por ter conhecido o trabalho desse artista hoje, e espero ter a oportunidade de visitar o museu e me encantar pessoalmente!

Deixe uma resposta

Top