You are here
Home > Notícias

O prefeito de Recife Geraldo Júlio pede apoio ao Exército Brasileiro para combate ao mosquito Aedes aegypti

A reunião do prefeito Geraldo Julio com o general Manoel Pafiadache, comandante Militar do Nordeste, para pedir apoio do Exército Brasileiro no combate ao mosquito Aedes aegypti será nesta quarta-feira, às 15h, na sede do Comando Militar, no Curado. O encontro estava marcado para esta terça, mas precisou ser adiada. O mosquito é o agente transmissor da dengue, Chikungunya e Zika vírus, este último relacionado ao alarmante aumento de casos de microcefalia no estado.

 

02/12//2015 - Recife - Pernambuco - O prefeito de Recife, Geraldo Júlio pede apoio ao Exército Brasileiro para combate ao mosquito Aedes aegypti. Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR
02/12//2015 – Recife – Pernambuco – O prefeito de Recife, Geraldo Júlio pede apoio ao Exército Brasileiro para combate ao mosquito Aedes aegypti. Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR

Os soldados deverão reforçar as ações que vêm sendo realizadas pelos agentes de saúde Recife. A reunião acontece no Aeroporto Internacional do Recife, assim que o prefeito desembarcar de uma viagem à Brasília.

De acordo com a secretaria, os agentes fazem vistorias sistemáticas em todos os distritos, mas o índice de recusa gira em tornos de 30%, entre imóveis fechados (abandonados ou onde os proprietários saem para trabalhar ou se recusam a receber as equipes). A pasta espera reativar a parceria realizada com o Exército em maio deste ano quando o município sofreu uma epidemia de dengue. Notou-se que a população sente-se mais segura em abrir as portas de casa na presença dos soldados. Enquanto isso, um mutirão foi iniciado e está realizando vistorias também todos os sábados, quando os moradores são mais facilmente encontrados, com apoio dos agentes de saúde ambiental e controle de endemias.

Nesta terça, foi publicado no Diário Oficial do Recife, o Decreto número 29.279, que declara “Situação de Emergência” no município por causa da epidemia de dengue, chikungunya e zika vírus e consequentemente o aumento de casos de microcefalia. O Exército Brasileiro deverá se juntar às equipes da Secretaria de Saúde e de outros órgãos e secretarias municipais que já estão na luta contra o mosquito Aedes aegypti.

Possíveis pontos de foco do mosquito podem ser denunciados diretamente à Ouvidoria Geral da Saúde, pelo telefone 08002811520, de ligação gratuita. Outra opção é acionar a Gerência da Unidade de Vigilância de Zoonoses, pelos telefones 994886407 e 33557708. O fato também pode ser levado à gerência de cada um dos oito distritos sanitários do Recife.

Deixe uma resposta

Top