You are here
Home > Esporte

Márcio Campos e Gabriel Robe comemoram dobradinha gaúcha no grid em Viamão, pelo Brasileiro de Turismo

Viamão- RS, Brasil- A gaúcha Motortech Competições, líder do Campeonato Brasileiro de Turismo, comemorou neste sábado (7) dobradinha no grid da 11ª e penúltima etapa da temporada de 2015. Márcio Campos, líder da temporada com vitórias em cinco das dez provas disputadas, superou o companheiro de equipe Gabriel Robe por 0s039 e vai largar da pole position para a corrida deste domingo (8) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão.

É a segunda pole de Campos na temporada. “A primeira parte do fim de semana está feita. Largar na frente é sempre importante, sobretudo quando se está brigando pelo campeonato”, falou o pole position, que soma 149 pontos – tem 19 de vantagem sobre o vice-líder Dennis Dirani. “O mais positivo é que consegui essa pole com um carro que estava preparado mais para a corrida do que para uma volta rápida no treino”, revelou.

Robe obteve seu melhor desempenho em treinos classificatórios no ano. “É a primeira dobradinha da nossa equipe em um grid, e nossos tempos foram muito próximos. Ainda bem que é o meu companheiro de equipe quem está na primeira fila do grid comigo. Minha meta continua sendo conquistar a primeira vitória na categoria”, proclamou o piloto. “Claro que teremos cuidado redobrado por sermos da mesma equipe, mas vou buscar o resultado”, falou.

A Motortech Competições lidera o campeonato de pilotos, com Campos, e também o de equipes. “O fim de semana tem sido muito produtivo para nós e o resultado do Márcio e do Gabriel só comprova que todo o trabalho foi feito na direção certa. Os dois têm carros bem consistentes para a corrida”, comentou o chefe de equipe Adilson Morari. “No mundo ideal para nós, os dois ficam à frente e abrem vantagem, para a partir disso decidirem a corrida entre eles”. A 11ª etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, neste domingo, terá largada às 11h20, para 35 minutos e mais uma volta de corrida. A Motortech Competições tem participação na categoria de acesso à Stock Car viabilizada pelo governo do estado do Rio Grande do Sul através do programa PróEsporte. Tecnovidro, Casavitra, Viemar, Roal, Agrale, Biri Refrigerantes e Zezé Biscoitos são empresas parceiras da iniciativa.

Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada.

Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History.

De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato.

“Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chegar à parte final da corrida com tração para caprichar nas saídas de curva e ganhar as posições por dentro”, comentou Cozzi.

 

Foto: André Santos

 

Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega

Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega

Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega

Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega

Viamão- RS- Brasil- 07/11/2015- Não foi o sábado que Marco Cozzi esperava. Mas o quinto lugar no grid de largada para a penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo mantém viva a esperança do piloto History de protagonizar uma corrida bem agressiva em Tarumã, para levar a decisão do título à etapa final no mês que vem em Interlagos. Depois de terminar em quarto o segundo treino livre, realizado na manhã deste sábado na pista que recebeu a primeira corrida da história da Stock Car (em 1979), Cozzi aprovou o novo motor da máquina #23 e entrou no quali muito motivado para repetir a pole da abertura da temporada. Ele permaneceu nos pits durante a primeira metade da sessão qualificatória, indo para a pista a 10 minutos do final, momento em que a temperatura da pista havia caído cerca de 5 graus em relação à abertura do treino. “Vinha numa volta muito rápida, quando fui atrapalhado em plena reta. Tive que tirar o pé antes da linha de chegada e deixei ali uns 3 décimos. Daria certamente para largar mais à frente, mas o quinto lugar não é mal considerando que aqui não é fácil ultrapassar e a linha interna na primeira curva pode ser um trunfo importante”, frisou o piloto History. De acordo com o plano de Cozzi, a meta é encostar bem no carro imediatamente à sua frente na segunda fila e saltar de quinto para quarto na largada. “Se meu companheiro também conseguir fazer o mesmo, avançando de terceiro para segundo, vamos conseguir colocar pressão nos carros da Motortech”, observou o piloto. Segundo Cozzi, a largada será muito importante, porque se o pole Marcio Campos escapar na frente e seu companheiro Gabriel Robe sustentar a vice-liderança, o piloto do carro #35 pode trabalhar como escudeiro do líder do campeonato. “Além de fazer uma boa largada, será importante trabalhar também para conservar os pneus. Não temos mais nada a perder no ano e vamos arriscar. Mas será fundamental não abusar dos pneus, para chega

 

Deixe uma resposta

Top