You are here

Depressão Extratropical do Pacífico causa destruição e inundações no RS

As tempestades são normais em todas as primaveras, mas por uma influência maior do El Ninõ sobre o continente sul-americano poderiam ter sido tomadas providências preventivas e alertar a população dos reais riscos que poderiam ocorrer.

EL NIÑO_2015

Em se tratando de uma Depressão/Ciclone (extratropical do pacífico) com menos 990 hPa, se formando entre a Argentina e Uruguai, o que realmente deveria ter sido feito? Se as cartas sinóticas europeias GEM, NAVAGEM, GFS, ECMWF já estavam mostrando a possibilidade e formação dessa depressão, porque nada fizeram?

Por que foi dito Depressão Extratropical do Pacífico? Porque se encontrava em uma região de água fria entre os países vizinhos e o RS. Tinha características de Depressão sinônimo de baixa pressão, Extratropical porque não tem convecção fechada, um olho concêntrico. Os ventos máximos são geralmente na forma de rajadas, os ventos foram de aproximadamente 88 km/h e sua origem veio do Oceano Pacifico, atravessou os Andes, tendo origem na costa da Argentina.

Carta sinótica Epagri.

16-10-2015 DEPRESSÃO DO PACÍFICO_10

Quando da passagem das Depressões Bapo e Cari em Janeiro e Fevereiro de 2015, o público foi informado pela Revista Visões Urbanas das reais possibilidades, e todos os meteorologistas se mostraram reticentes.

O mesmo aconteceu em 2004, quando se formou o Furacão Catrina, e se não fosse a agência NOAA-EUA, as pessoas não receberiam os devidos alertas.
Um site de meteorologia disse que os temporais fortes que atingiram o Estado do Rio Grande do Sul nesta semana seriam normais em qualquer primavera. Eles erraram como sempre! Entra ano, sai ano, continua a mesma ladainha, sempre omitindo a verdade da população, deixando a mesma em situação de risco e perdas materiais e humanas.
Uma vergonha para o nosso país!

Deixe uma resposta

Top