You are here
Home > Notícias

Manifestantes protestam contra deportação da jornalista brasileira Manuela Picq no Equador

Um grupo de manifestantes marchou neste domingo em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano.

As autoridades do Equador cancelaram o visto de Picq, que colabora com veículos da imprensa internacional, como o canal Al Jazzera, depois de ela ter sido detida em uma manifestação com seu marido Carlos Pérez, dirigente de una organização indígena de oposição ao governo.

Carregando um cartaz com a mensagem “Te amo, Manuela”, Pérez caminhou com dezenas de manifestantes para a frente de um albergue onde estão os estrangeiros em processo de deportação.

Pérez, que também é advogado de Picq, disse à AFP que apresentará duas ações à justiça equatoriana para que ela possa recuperar a liberdade, recuperar o visto e não ser deportada para o Brasil.

De acordo com um comunicado do ministério do Interior do Equador, a jornalista “se encontra em permanência irregular no país”.

“A certificação de movimentos migratórios indica (…) a entrada no país em 26 de fevereiro de 2012, com um visto 12 VIII (de intercâmbio cultural), e um prazo de 180 dias para sua permanência”, disso o governo, acrescentando que o visto “atualmente encontra-se revogado”.

 

16/08/2015-  Equador - Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015- Equador – Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015-  Equador - Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015- Equador – Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015-  Equador - Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015- Equador – Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015-  Equador - Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015- Equador – Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015-  Equador - Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano
16/08/2015- Equador – Um grupo de manifestantes marchou neste domingo (16) em Quito em apoio à jornalista franco-brasileira Manuela Picq, que enfrenta um processo de deportação depois de ser detida durante violentos protestos na quinta-feira contra o governo equatoriano

 

Foto: Ministerio del Interior 16/08/2015

 

 

Deixe uma resposta

Top