You are here
Home > Esporte

Brasil supera o Egito e alcança a segunda vitória no mundial Sub 23 de vôlei feminino, na Turquia

Ancara- Turquia- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia.

Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária.

O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais

O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14/08).

 

Ancara- Turquia- 13/08/2015- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia. Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária. O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais. O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14.08). Durante a partida, o treinador Wagão colocou as 12 atletas relacionadas para o duelo em quadra. A centrais Milka, com nove pontos, e Saraelen, com oito, foram as maiores pontuadoras do confronto. O técnico Wagão comentou sobre a possibilidade de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras da equipe durante a partida contra o Egito e elogiou a concentração do grupo verde e amarelo. Foto: FIVB

Foto: FIVB
Ancara- Turquia- 13/08/2015- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia. Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária. O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais. O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14.08). Durante a partida, o treinador Wagão colocou as 12 atletas relacionadas para o duelo em quadra. A centrais Milka, com nove pontos, e Saraelen, com oito, foram as maiores pontuadoras do confronto. O técnico Wagão comentou sobre a possibilidade de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras da equipe durante a partida contra o Egito e elogiou a concentração do grupo verde e amarelo. Foto: FIVB

Foto: FIVB
Ancara- Turquia- 13/08/2015- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia. Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária. O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais. O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14.08). Durante a partida, o treinador Wagão colocou as 12 atletas relacionadas para o duelo em quadra. A centrais Milka, com nove pontos, e Saraelen, com oito, foram as maiores pontuadoras do confronto. O técnico Wagão comentou sobre a possibilidade de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras da equipe durante a partida contra o Egito e elogiou a concentração do grupo verde e amarelo. Foto: FIVB

Foto: FIVB
Ancara- Turquia- 13/08/2015- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia. Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária. O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais. O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14.08). Durante a partida, o treinador Wagão colocou as 12 atletas relacionadas para o duelo em quadra. A centrais Milka, com nove pontos, e Saraelen, com oito, foram as maiores pontuadoras do confronto. O técnico Wagão comentou sobre a possibilidade de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras da equipe durante a partida contra o Egito e elogiou a concentração do grupo verde e amarelo. Foto: FIVB

Foto: FIVB
Ancara- Turquia- 13/08/2015- A seleção brasileira feminina sub-23 conseguiu a segunda vitória consecutiva no Campeonato Mundial da categoria, em Ankara, na Turquia. Depois de vencer as colombianas na estreia, o Brasil superou o Egito por 3 sets a 0 (25/6, 25/15 e 25/11), em 1h04 de jogo, no Ankara´s Arena Hall. A partida foi válida pelo grupo A da competição que tem ainda Colômbia, Turquia, Itália e Bulgária. O grupo B é composto por China, República Dominicana, Cuba, Japão, Peru e Tailândia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus respectivos grupos e as duas primeiras de cada chave passarão para as semifinais. O próximo desafio das brasileiras será a Turquia às 13h (Horário de Brasília) desta sexta-feira (14.08). Durante a partida, o treinador Wagão colocou as 12 atletas relacionadas para o duelo em quadra. A centrais Milka, com nove pontos, e Saraelen, com oito, foram as maiores pontuadoras do confronto. O técnico Wagão comentou sobre a possibilidade de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras da equipe durante a partida contra o Egito e elogiou a concentração do grupo verde e amarelo. Foto: FIVB

Foto: FIVB

Deixe uma resposta

Top