You are here
Home > Notícias

Governador lança Minas Digital e destaca importância da inovação para o desenvolvimento do Estado

Programa pretende formar 100 mil jovens anualmente e concederá bolsas a interessados em criar startups

Secretário de Ciencias e Tecnologia Miguél Correia participa do Lançamento do Programa Minas Digital. 27-07-2015 Palácio Tiradentes. Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Secretário de Ciencias e Tecnologia Miguél Correia participa do Lançamento do Programa Minas Digital.
27-07-2015 Palácio Tiradentes.
Foto: Manoel Marques/imprensa-MG

Para transformar Minas Gerais em referência mundial no campo da inovação e da educação tecnológica, o governador Fernando Pimentel lançou ontem, durante evento no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, o programa Minas Digital. A iniciativa deverá gerar R$ 1 bilhão em investimentos privados e públicos nos próximos 10 anos e formar 100 mil jovens, anualmente, no setor de tecnologia.

Em seu discurso, Pimentel ressaltou a capacidade do programa de produzir renda e desenvolvimento para o Estado. “Estamos aqui celebrando o que pode ser a chave mais importante para colocarmos, definitivamente, Minas Gerais no século 21. O programa é uma concepção diferente daquilo que vem sendo feito ao longo de muito tempo e eu tenho certeza de que vai produzir melhores resultados do que tivermos até aqui”, afirmou.

Pimentel destacou, ainda, a importância do resgate histórico do antigo Colégio Estadual Central, a Escola Estadual Milton Campos, dentro do projeto. O espaço irá abrigar cursos de empreendedorismo e da área digital, abrigando um dos 20 hubs (espaços para instalação de novas empresas de tecnologia, as startups, e incentivo ao empreendedorismo, que serão criados em todas as regiões do Estado).

Segundo o governador, a educação agora terá uma forma diferenciada e atual. “Eu tenho certeza de que, assim, o colégio estará cumprindo a função de trazer para o século 21 aquilo que foi inovador no século 20”, avaliou. O hub da Escola Milton Campos irá abrigar as empresas que formam o chamado San Pedro Valley, um dos mais conhecidos polos de tecnologia de Belo Horizonte.

Uma das metas do Governo é promover o segmento de startups e transformar Minas Gerais no principal Estado brasileiro para quem deseja investir ou ampliar o negócio. Hoje, há cerca de 300 empresas digitais em atividade em Minas e a intenção é ampliar este número.

O projeto vai selecionar 600 startups em toda Minas Gerais e, ao final do processo de graduação, que levará cerca de um ano e meio, 30 empresas do segmento terão 20% de seu capital comprados pelo Estado. “Serão entre R$ 100 mil e R$ 300 mil, para que elas sejam parte do desenvolvimento de Minas. A economia digital cresce, e cresce vultuosamente. Queremos fortalecer as startups, fazer com que esses jovens venham montar suas empresas e se estabeleçam em Minas”, explicou o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), Miguel Corrêa. A Sectes será responsável pela coordenação do Minas Digital.

Idealizadora da Cellseq, startup de biotecnologia e ex-aluna das universidades federais de Viçosa (UFV) e de Minas Gerais (UFMG), Carolina Reis de Oliveira ressaltou a importância do programa para ajudar os estudantes a transformarem suas pesquisas “em algo que pode transformar a sociedade”.

“Sempre tive vontade de aprender e de transformar aquilo que eu produzia na pesquisa em algo que fosse um benefício para a sociedade. Acreditaram na nossa ideia e nos deram meios para que saísse do papel. A ajuda governamental na área de inovação é fundamental. Tenho certeza que esse programa vai abrir oportunidades. A gente quer inspirar essa iniciativa dentro e fora da universidade, seja em áreas mais carentes ou nas mais ricas do Estado”, destacou Carolina, que desenvolve programa de produção de células humanas a partir de células-tronco para substituir o uso de animais nas pesquisas de novos produtos.

Funcionamento – Na primeira etapa do programa, já em setembro, serão abertas as inscrições para os estudantes de todo o Estado interessados em fazer os cursos superiores, técnicos e de pós-graduação voltados para a área da tecnologia. Entre os segmentos, estão programação, análises de mídias sociais e produção de games. Em seguida, o Governo fará o processo de seleção, para, já a partir de janeiro de 2016, ser iniciados os estudos para a criação de empresas de economia digital. A única exigência é que o participante tenha ensino médio completo.

O programa ainda prevê a criação de 17 polos regionais de inovação, um em cada território de desenvolvimento de Minas, observando as vocações regionais. Os polos contarão com Universidades Abertas Integradas (Uaitecs), parques tecnológicos, startups e instituições de ensino superior, entre outras.

Em cada polo regional será criado pelo menos um “hub de inovação”, que são espaços coordenados pelo Estado com cursos de empreendedorismo e relacionados com a área digital. Estes hubs terão parcerias com entidades privadas, como a Federação das Indústrias do Estado (Fiemg), Sebrae e Fecomércio.

“Os hubs são locais, escolas digitais, que vão concentrar a inovação no Estado inteiro. Começaremos com 20. Neles, teremos as startups, as empresas, cursos de graduação e pós-graduação”, explicou o secretário Miguel Corrêa.

Também participaram do evento o secretário de Políticas e Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Virgílio Almeida; o presidente do Conselho Administrativo do BMG, Flávio Pentagna Guimarães; e o presidente da Fapemig, Evaldo Vilela, além de secretários de Estado, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores.

Governador Fernando Pimentel, participa do Lançamento do Programa Minas Digital. 27-07-2015 Palácio Tiradentes. Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Governador Fernando Pimentel, participa do Lançamento do Programa Minas Digital.
27-07-2015 Palácio Tiradentes.
Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Secretário de Ciencias e Tecnologia Miguél Correia participa do Lançamento do Programa Minas Digital. 27-07-2015 Palácio Tiradentes. Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Secretário de Ciencias e Tecnologia Miguél Correia participa do Lançamento do Programa Minas Digital.
27-07-2015 Palácio Tiradentes.
Foto: Manoel Marques/imprensa-MG

 

 

 

Deixe uma resposta

Top