You are here

Alerta para chuvas intensas até quinta-feira no Sul do Brasil

Até a metade desta semana, teremos muita instabilidade com temporais e chuvas intensas no sul do Brasil, com pequenos intervalos de melhoria, principalmente em SC e PR. Observando as cartas de médios níveis da atmosfera, esse bloqueio não aparenta ser causado pela famosa ASAS (Alta Subtropical do atlântico Sul), e sim, por causa de uma corrente de jato que atravessa a América do Sul no paralelo 30°S e permanecerá imóvel. Esse cenário diagnostica configuração do El Niño. Além de bloquear as frentes frias, o jato vai intensificá-las e centrá-las no limite RS e SC, todos os estados do sul, vão receber chuva forte a semana toda com potencial de inundações.

Imagem de satélite WunderMap 14/07

14-07-2015 JBN 1600_07

Há riscos de temporais com raios e granizo em algumas regiões de SC, como no Planalto Norte, Vale do Itajaí e em Florianópolis. A chuva também será intensa em Lages, no planalto Sul, onde há riscos de alagamentos, inundações e deslizamento de barreiras devido a chuva acumulada nas últimas horas e elevação dos rios nessa região.

Carta Sinótica Cosmos/Inmet

14-07-2015 web_S-SC_prec24h_201507141200_+24

No RS, há expectativa de muita chuva na região da divisa com SC, na bacia do Rio Uruguai. Alguns modelos prevê em até 250 mm de chuva, com chances de atingir outras áreas como a Serra Gaúcha, os vales e a capital do Estado. Os rios que cortam a região sul também preocupam, dadas as possibilidades de ocorrerem enchentes. Existe a previsão de chuvas de 300 a 400mm para o sudoeste do Paraná. Projeções muito acima da média que podem acarretar transtornos como alagamentos, deslizamentos, bloqueios de rodovias, etc.  

Carta Sinótica Epagri 14/07

14-07-2015 EPAGRI ultima_07

Há riscos de temporais, devido a formação de Cumulonimbus de crescimento vertical entre 8 a 15 km de altitude, provocando vento forte, descargas elétricas e chuvas de granizo no sul do Brasil devido à corrente de jatos em baixos níveis, que atingirá os três estados do sul, causando inúmeros estragos sobre as regiões.

AVISOS METEOROLÓGICOS:

O volume de chuvas poderá chegar a 140 mm nas próximas 24 h, o que era esperado para o mês inteiro de julho. Rajadas de vento acima de 70 km e granizo. Poderemos ter ainda a formação de nuvem funil e formação de tornado na região oeste do estado.

Risco Moderado de Alagamentos, Inundações e deslizamentos de terra para o município de Lages (Planalto Sul de SC), devido aos níveis dos rios elevados e volumes significativos de chuva nas últimas horas, com previsão de chuva persistente para as próximas horas. A situação pode ser mais grave do Oeste ao Sul do Estado de SC. Fonte: CEMADEN

Dados Registrados 14/07/2015: Nas últimas 24 horas os maiores valores de chuva foram em: Maravilha (179 mm), Chapecó (150mm), Seara (137mm), Xaxim (128mm), São Miguel do Oeste (120mm), Concórdia (117mm), Itá (116mm), São José do Cedro (90 mm), Capinzal (78mm), Palmitos e Águas do Chapecó (75mm).

Até o momento, foram registradas 28 cidades devido as chuvas, granizo, ventos fortes, deslizamentos e ou enxurradas. As ocorrências foram registradas entre sexta-feira, 10 e esta terça-feira, 14.

Informativo Caçadores de Tempestade, colaboração do prof. Douglas V.O. Lessa

Deixe uma resposta

Top