You are here
Home > Cultura

Carioca paga meia

11695799_855278334542646_4777660627314987226_n

Você sabia que carioca paga meia em todos os espetáculos em cartaz nos centros culturais e teatros da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro? Fique de olho em nossas redes sociais e marque na agenda os seus eventos preferidos. Tem para todos os gostos e idades!

AGENDA DA SEMANA – 2 a 8 de Julho
Toda a programação do Rio Mapa Cultural está sujeita a alteração.
* Este ícone marca a programação gratuita.

TEATRO

TEATRO ADULTO

A ANTESSALA – NA VALSA DO TEMPO – cinco mulheres se encontram para questionar o uso do tempo no mundo contemporâneo. Interpretadas por Samara Felippo (Tati), Mariana Molina (Beatriz), Dora Pellegrino (Eva), Carolina Stofella (Maria Alice) e Joana Fomm (Shirley), elas permanecem todo o tempo no palco. Cada uma está sozinha em seu cenário particular. Em tom de conversa, todas se comportam como se estivessem num confessionário ou num psicanalista sem a pretensão da cura – e aproveitando essa cumplicidade absoluta, somada ao tédio da espera, divagam sobre assuntos como trabalho, família e sexualidade. Texto de Ana Bez. Direção de Ernesto Piccolo. De sexta-feira a domingo, às 20h. Até 26 de julho. R$ 40. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 18 anos.

ANTOLOGIA DO REMORSO – violência nas relações amorosas é apresentada de forma tragicômica na peça Antologia do Remorso. Uma peça criada a partir de contos escritos por Flávia Prosdocimi apresenta casos de violência, discutindo a degradação das relações cotidianas. O espetáculo, dirigido por Daniel Belmonte, apresenta dramas pessoais que se constroem e se dissipam rapidamente aos olhos do público. De 3 a 26 de julho. Sextas-feiras e sábados, às 20h, e domingos, às 19h. R$ 20. Teatro Municipal Gonzaguinha.

#BRONCADEQUÊ? – quatro amigos inseparáveis conhecem Guilherme em uma passeata pela “Liberdade Down”, convocada através da internet por um anônimo com o apelido “Célula 47”. A passeata é um “mico”, no dia e hora marcados não aparece ninguém, apenas Clara, Nick, Lupi, Jorge e Guilherme. Desse encontro casual nasce uma relação de amizade e companheirismo entre os cinco jovens. Da manifestação “micada” eles partem para numa aventura na noite carioca. Texto de Rogério Blat. Direção de Ernesto Piccolo. Com Karina Ramil, Lorena Comparato, Pedro Baião, Renato Goes e Theo Nogueira. Sextas-feiras e sábados, às 19h, e domingos, às 18h. Até 10 de agosto. R$ 60. Teatro das Artes (Shopping da Gávea – Rua Marquês de São Vicente, 52/2º piso). Classificação: 12 anos.

EFEITO DE BORBOLETA – musical que conta a história de uma mulher que supera uma depressão através da poesia. Após ser traída pelo seu grande amor, ela vê seu sofrimento evoluir num verdadeiro efeito borboleta, ocasionando uma profunda depressão que a faz chegar à beira do suicídio. Mas, a partir dos versos do poema “Borboletas”, de Mário Quintana, ela adquire uma nova consciência sobre o amor e sobre si mesma, vivenciando assim, dois efeitos opostos e fundamentais em sua trajetória amorosa – a depressão e a superação. Supervisão de Jane Duboc. Direção de Leonam Moraes e arranjos originais de Tony Lucchesi, que também assina a direção musical. A atriz e cantora Fernanda Gabriela entra em cena acompanhada por três músicos. De 5 a 26 de julho. Domingos, às 16h. R$ 50. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: 14 anos.

FUNK BRASIL – 40 ANOS DE BAILE – seis funkeiros cantam, dançam e contam a história e os sucessos do funk carioca, desde a febre do soul, nos anos 70, até os dias de hoje. Em cena, atores interpretam Valesca, Tati Quebra-Barraco, DJ Marlboro, Claudinho & Buchecha, Gerson King Combo, D´Eddy, Latino, William & Duda, Big Boy, Cidinho & Doca, Hermano Vianna e muitos. Baseado no livro “Batidão – Uma História do Funk”, de Silvio Essinger. Texto de João Bernardo Caldeira e Pedro Monteiro. Direção de Joana Lebreiro. Com Alex Gomes, Dérik Machado, Luiza Mayall, Marcelo Cavalcanti, Marcelo Dias, Michelly Campos e Pedro Monteiro. Quintas-feiras, às 20h30. Até 30 de julho. R$ 30. Teatro Ipanema. Classificação: 12 anos.

MARIA DO CARITÓ – espetáculo que divertiu e emocionou mais de 100 mil pessoas em suas temporadas no Rio e São Paulo, e na turnê em 2014 pelas mais importantes capitais do país. O texto, escrito especialmente para a atriz Lilia Cabral, por Newton Moreno, do aclamado “As Centenárias”, tem direção de João Fonseca. No elenco, Dani Barros, Fernando Reyes, Fernando Neves e Silvia Poggetti. Maria do Caritó (Lilia Cabral) tem quase 50 anos de idade e ainda é virgem, pois foi prometida por seu pai a São Djalminha. Ela faz promessas a Santo Antônio e todas as simpatias para burlar a promessa do pai e conseguir um marido. A comédia revela valores, costumes e crendices que permeiam o imaginário do povo brasileiro. Sextas-feiras e sábados, às 21h, e domingos, às 19h30. Até 5 de julho. R$ 20 (balcão) e R$ 30 (plateia sentada). Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: 14 anos.

MÉDICO A FORÇA – comédia de Molière, “Pai da Comédia”, recebe releitura popular. Dias 8 e 9 de julho, quarta e quinta-feira, às 19h30h. R$ 20. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: 14 anos.

NEURÓTICA! – quem não tem ao seu lado uma amiga ou parente neurótica, típica de filme? Esse foi o ponto de partida para Flávia Reis mergulhar no universo cômico das personagens de seu espetáculo solo. No roteiro criado em parceria com Henrique Tavares e dirigido por Márcio Trigo, Flávia Reis se divide entre 11 mulheres, colocando uma lente de aumento nas figuras tipicamente neuróticas do nosso dia-a-dia. Texto de Henrique Tavares e Flávia Reis. Participação de Anderson Cunha. Direção musical e trilha sonora de Guilherme Miranda. De quinta a sábado, às 19h30, e domingos, às 19h. Até 5 de julho. R$ 20. Teatro Municipal Carlos Gomes. Classificação: 14 anos.

POR UM RISO TEU PAGO ATÉ UM MICO – a peça narra de forma cômica, a vida de Reginaldo, um belo homem que chama a atenção por onde passa. Porém, ele sente-se solitário e carente, e sem o menor interesse por possíveis relacionamentos. Num golpe de desespero, Reginaldo recorre a diversos meios, como jogo de búzios, agência de relacionamentos, internet e boates. Nesse percusso, ele conhece pessoas esquisitas e excêntricas. A peça aborda os encontros e desencontros, o medo da solidão e o desejo de amar e de ser amado. Quartas e quintas-feiras, às 19h30. Até 5 de julho. R$ 20. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: 14 anos.

SERIA TRÁGICO SE NÃO FOSSE CÔMICO – filho divide a casa com mãe, pai e a empregada da família. No seu trigésimo terceiro aniversário, ele lembra de momentos que ocorreram nesta mesma data em anos passados, o que o leva a comemorar o presente de maneira inusitada – provocando uma inundação em sua própria casa. Navegando por uma enchente doméstica, ele tem a sensação de viver sempre no passado e encontra, na figura de um peixe, a necessidade de se libertar do medo do presente. Dia 2 de julho, quinta-feira, às 19h30. R$ 20. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: 14 anos.

SAMBA E OUTRAS ESTÓRIAS – com um formato de stand up, o ator, cantor e compositor Nando Cunha relembra histórias divertidas de personalidades do samba. Ele canta ao vivo acompanhado de Márcio Ventapane (violão), Cláudio Varela (cavaco), David Santos (percussão) e Rafael Baby (percussão) e faz um passeio musical com clássicos de Candeia, Silas de Oliveira, Martinho da Vila, Noel Rosa, Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal. Sextas-feiras e sábados, às 20h, e domingos, às 19h. Até 12 de julho. R$ 40. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: 16 anos.

ZAPISKI – dois atores investigam as possibilidades de encenar o conto “Anotações de um Louco”, de Nicolai V. Gógol. Dentro de uma exposição plástica, eles falam sobre a dramaturgia e testam diversas linguagens cênicas, corporais, estéticas e sonoras. No decorrer da cena os dois atores são absorvidos pela história que tentam contar, misturando suas “realidades” com a do personagem do conto original. Tradução, direção e produção de Alexandra Arakawa. Com Lucas Wglinski e atores convidados. De 8 de julho a 2 de agosto. Quarta-feira, às 21h. Sábados e domingos, às 19h. R$ 10. Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto. Classificação: 12 anos.

TEATRO INFANTIL

ALLADIN – “O ROUBO DA LÂMPADA MÁGICA” – no Reino de Bagdá, um feiticeiro rouba a lâmpada mágica do Sultão e ameaça, com seus poderes, extinguir as histórias de todos os livros infantis. Aladim, um menino que não gostava de ler, acidentalmente entra na história através do sonho. Agora cabe a Aladim ajudar recuperar a lâmpada mágica e salvar as histórias, para que no futuro, as crianças também possam conhecê-las. De 4 de julho a 9 de agosto. Sábados e domingos, às 16h. R$ 40. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: livre.

CRONÓPIO: AS AVENTURAS DE UM HERÓI DESAJUSTADO – baseada no clássico “Histórias de Cronópios e Famas”, de 1962, o espetáculo recria a figura mítica de um dos personagens mais famosos do escritor argentino Julio Cortázar. A peça narra a saga do libertário Cronópio, que desafia um mundo de ordem driblando as regras para fazer de sua vida uma experiência poética. Dramaturgia: Quesquecé Companhia de Teatro. Direção de Diogo Villa Maior. Com Camila Costa, Fred Araujo, Juliana Soure, Mariana Rego e Judson Feitosa. Sábados e domingos, às 17h. Até 2 de agosto. R$ 20. Teatro Municipal Maria Clara Machado. Classificação: livre (recomendado para maiores de 6 anos).

*GUIGNOL DA TIJUCA E DO MÉIER – A Secretaria Municipal de Cultura apresenta a programação, no Teatro Municipal de Guignol da Tijuca e do Méier. Sempre aos sábados e domingos, às 10h30, no Teatro Municipal de Guignol da Tijuca. Praça Comandante Xavier de Brito, s/n. E às 15h30, no Teatro Municipal de Guignol do Méier. Praça Jardim do Méier, s/n. GRÁTIS.
Programação julho:
As aventuras de Nonato cabeção e Gumercinda farofa na terra da confusão – um casal de nordestinos chega ao Rio de Janeiro para vender seus poemas de cordel e se deparam com os problemas que afligem as cidades grandes. Porém, com muito humor vão vencendo as dificuldades ao mesmo tempo em que apresentam ao público as características de arte popular. Sábado (4) e domingo (5).

HISTÓRIAS PRA BOI DORMIR – histórias de várias partes do mundo, enriquecidas com canções do folclore nacional, pesquisadas em regiões brasileiras e outras canções originais estão presentes no repertório do “Histórias pra Boi Dormir”, espetáculo lúdico e divertido para crianças de todas as idades. Com a CIA Mimos Brasil. O evento faz parte do projeto Domingo das Crianças. Dias 5 e 12 de julho, domingos, às 16h. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

KWAGALANA – a Trupe Teatral Amadores S/A promete muita alegria e axé para crianças e adultos nas manhãs de domingo do mês de julho com o espetáculo que conta histórias de um príncipe negro. Diversão garantida para toda a família, além de um passeio pela África e pela formação da cultura brasileira. Apontado pelo adivinho Ifá como o futuro rei de seu povo, o menino africano Kwagalana é raptado e vendido como escravo para trabalhar nas minas brasileiras. O menino traz consigo as histórias de sua terra: a África, e luta para concretizar a previsão do oráculo. De 5 a 26 de julho. Domingos, às 11h. R$ 20. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

*OS BONECOS NO PARQUE – a Secretaria Municipal de Cultura apresenta a programação de maio no Teatro Municipal de Marionetes Carlos Werneck. Sempre aos sábados e domingos, às 11h. Aos sábados acontecem oficinas após os espetáculos.
Programação julho:
Sanduíche de Livro – inspirado no livro “Era uma vez uma bruxa”, de Lia Zatz, o espetáculo é sobre uma velha bruxa que se cansa da floresta e decide procurar um novo lugar para assustar. Ela parte para uma cidade grande onde encontra crianças que fazem o feitiço virar contra a feiticeira. O espetáculo conta com bonecos e adereços que são retirados de um caldeirão e estimula as crianças a interagirem com a história. Com Paula Novaes (Rio de Janeiro). Sábado (4) e domingo (5).

PINÓQUIO – sucesso de crítica e público, o clássico infantil conta a história do boneco de madeira que ganha vida e sonha em ser um menino de verdade. Conto que está no imaginário popular desde a sua criação no final do século XIX na Itália, e é no Brasil uma das lendas mais contadas para as crianças. O carpinteiro Geppetto, o grilo, a fada, a raposa e vários outros personagens são lembrados nessa fantasia tão delicada como divertida. De 4 a 26 de julho. Sábados e domingos, às 16h. R$ 30. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: livre.

*SÍNDROME DE CHIMPANZÉ – quando uma catástrofe global extermina a humanidade, dois astronautas se veem isolados em uma distante estação espacial. Um homem, uma mulher que crê que é homem, um computador neurastênico, algumas plantas e pequenos animais é tudo o que restou do planeta Terra. Agora eles têm que administrar os recursos que se esgotam pouco a pouco, tentar manter a lucidez em um cotidiano invadido por delírios e enfrentar os acidentes que ameaçam a sua existência. Dias 3 e 4 de julho. Sexta-feira e sábado, às 19h30. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: 16 anos.

MÚSICA

*BANDA PURANO – formada em 2005, a banda está lançando seu projeto autoral, que conta com influencia grunge do Pearl Jam, e de outras bandas de rock como Pink Floyd, Beatles e Dire Straits. Este ano também o grupo estará lançando seu projeto acústico, o Rock na Gruta. Dia 5 de julho, domingo, às 17h.Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

*BANDA CAZOY – show com o grupo formada por Gustavo Pereira (voz, guitarra e bandolim), Marcelo Saboya (voz e baixo) e Tiago de Souza (bateria), que soma de diversos estilos musicais, misturando diferentes influências. O novo show, intitulado “Holofotes”, homenageia um dos maiores compositores e artistas da história da MPB: João Bosco. A facilidade do compositor de passear por diversos gêneros serviu como inspiração para o desenvolvimento dos novos arranjos e versões criadas pelo Casoy, que apresentam um instrumental bem elaborado sem perder o foco na canção. Assim, o repertório apresenta algumas das canções mais conhecidas do grande público, como “Linha de Passe”, “Incompatibilidade de Gênios” e “Desenho de Giz”, sem deixar de lado outras pérolas do trabalho do compositor como “Holofotes” e “Agnus Sei”. Dia 4, sábado, às 16h. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

CIRCUITO MUSICAL – projeto que faz parte de uma série de Ações Culturais fomentadas pela SMC e selecionadas através de edital público no ano de 2014. A cada semana um artista irá realizar (03) shows em três espaços pré-determinados pela SMC, que são: Centro Municipal de Referência da Música Carioca (Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca, ingressos para o show R$ 20), Centro Cultural Municipal Professora Dyla Sylvia de Sá (Rua Barão, 1180 – Praça Seca, ingressos gratuitos) e Teatro Municipal de Marionetes Carlos Werneck (Aterro do Flamengo, na altura do nº 300, da Praia do Flamengo, esquina com a R. Tucumã, ingressos gratuitos).
Programação de julho:

IVAN VILELA – dia 4, sábado, às 19h30, no Centro Municipal de Referência da Música Carioca; e dia 5, domingo, às 16h, no Teatro Municipal de Marionetes Carlos Werneck.

*EL TOCO – show com a banda que mistura rock com MPB. É o Rock Popular Brasileiro, ou RPB, estilo classificado por El Toco em seu CD intitulado UNO. Com letras próprias e canções que se dividem naturalmente em dois lados, o CD mistura tribos e sons. Dia 2 de julho, quinta-feira, às 19h30. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

*CONFRARIA DOS SAMBISTAS – evento multicultural com foco na cultura afro-brasileira. A proposta da confraria é unir as diversas formas de arte usando o samba como elo entre elas. A Roda de Samba será o coração do evento, sendo responsável por convidar o público a conhecer as diversas formas de arte que orbitam o mundo do samba. O evento contará com a presença da comunidade artesã que possui trabalho focado na cultura afro-brasileira, apresentando fotografia, artes plásticas, moda, culinária, cinema e outras expressões. Além do mais, terá a proposta de promover e dar visibilidade ao compositor de samba anônimo que não tem oportunidade na mídia para apresentar ao público seu trabalho. Dia 4 de julho, sábado, das 15h às 18h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

CORAL PALAVRA CANTADA RJ – com o grupo vocal formado por aproximadamente 80 crianças, entre 9 e 13 anos, dedicado a trabalhar principalmente o repertório da dupla Paulo Tatit e Sandra Peres. Sob a regência de Érica de Paula, o grupo apresenta canções, como “Ciranda”, “Bolacha de Água e Sal”, “A Grande História da Água”, “Sopa” e “Criança Não Trabalha”, além de outros sucessos. O projeto teve início em São Paulo e chegou ao Rio em agosto de 2014, em parceria com o Centro de Referência da Música. De 1º a 31 de julho. Quartas, das 14h30 às 17h30, e sextas-feiras, das 9h às 11h. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

EL TOCO – show com a banda que mistura Rock com MPB, dentro do Projeto Rock S/A. No repertório, letras próprias do CD “Uno”, sonoridade única e canções que se dividem naturalmente em dois lados, o questionador e o contemplador, o trabalho mistura tribos e sons. Nove das dez músicas que compõe o CD foram escritas pelo cantor Daniel Toco, exceto a faixa “Fogo na Mão”, presente do amigo Dado Carvalho. Com Daniel Toco (voz), Walter Primo Demiti (guitarras, baixos e teclado), Jefferson Lima (percussão), Vinicius Lima (bateria), Thiago Assis (flauta barroca). Dia 2 de julho, quinta-feira, às 19h30. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

IVAN VILELA (CIRCUITO MUSICAL) – show com o compositor, arranjador, pesquisador e professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Na cadeira de viola caipira, história da música popular e percepção musical, Ivan Vilela vem contribuindo para a valorização do instrumento que assumiu em 1995, bem como todo o universo que o envolve. Em 1997, quando lançou o primeiro de uma série de elogiados discos de viola, Vilela começou uma pesquisa do universo caipira, que transformou em tese de doutorado em 2007, e agora ganhou edição em livro: Cantando a própria história – Música caipira e enraizamento (Edusp). Em disco autoral ou junto a grupos foi indicado a importantes prêmios da Música Brasileira: Prêmio IBAC de Cultura Popular Brasileira. Dia 4 de julho, sábado, às 19h30. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

LAFAYETTE & OS TREMENDÕES – com o título de Nova Guarda, o grupo comemora 10 anos de carreira com lançamento de trabalho autoral. Participação especial de João Barone (baterista do Paralamas do Sucesso). Injetando novas músicas no repertório de baladas no ano de comemoração de 50 anos do movimento da Jovem-Guarda, “A Nova Guarda de Lafayette & os Tremendões” traz canções inspiradas nas músicas dos anos 1960 e 1970 com temáticas atuais e misturas contemporâneas como o carimbó e o rock atual. Com Renato Martins (guitarra e voz), Gabriel Thomaz (guitarra e voz), Érika Martins (percussão e voz), Nervoso (guitarra e voz), Melvin Fleming (baixo) e Marcelo Callado (bateria). Dia 2 de julho, quinta-feira, às 21h. R$ 50 (plateia sentada) ou R$ 40 (pista). Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: 16 anos.

MAYLA HADALLA – show com a compositora, atriz e cantora de musicalidade jazzística e devota do swing da música negra brasileira. Com sensibilidade e criatividade, Mayla surpreende ao se preparar para o lançamento de “Tudo está aqui”, seu novo CD, produzido por Thaizinho Costa e Fábio Fontoura. Dia 3 de julho, sexta-feira, às 19h30. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

METAMORFOSES, DA INOCÊNCIA PARA A EXPERIÊNCIA – Artur Ortenblad (oboé), Flávia Almeida (soprano) e Rudi Garrido (flauta) apresentam programa composto por obras para oboé solo de Benjamim Britten, oboé e canto de Ralph Vaugham Williams e oboé e flauta de Caio Senna e Marcos Lucas. As obras remetem a mitos, onde a busca por um local e as metamorfoses simbolizam o crescimento humano. Servem como inspiração literária de poemas de Ovídio, William Blake e do livro Cidades Invisíveis, de Italo Calvino. O espetáculo, que conta com a participação da bailarina Vanessa Goes, faz parte do projeto Clássicos Domingos. Dia 5 de julho, domingo, às 11h. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

RODA DE SAMBA – show com o grupo Samba na Mente. Dia 4 de julho, sábado, das 14h às 21h. Centro Cultural Municipal Professora Dyla Sylvia de Sá.

EXPOSIÇÃO

*COQUETEL – coletiva com André Renaud, Bernardo Zabalaga, Isabela Sá Roriz, Jeferson Andrade, Joana Traub Csekö, Julia Csekö, Leo Ayres, Mario Grisolli e Zé Carlos Garcia que apresentam obras inéditas, concebidas especialmente para a exposição no Castelinho do Flamengo e em diálogo com a arquitetura eclética que caracteriza o espaço. O local, que já foi cenário de trabalhos de artistas importantes como Marcos Chaves, Ana Miguel, Cláudia Bakker e Renato Bezerra de Melo, agora se torna palco de instalações de artistas emergentes. O grupo escolhido para o projeto enfatiza a variedade de mídias e estratégias usadas na arte contemporânea, como objeto, escultura e fotografia. No térreo, Zé Carlos Garcia apresenta uma de suas esculturas aladas, e na sala ao lado duas pilhas de lixo que se espelham, de André Renaud. No primeiro andar, Joana Traub Csekö revela um de seus foto-objetos criado especialmente para o local e Isabela Sá Roriz cria móveis que se desfazem em líquido. Já Bernardo Zabalaga mostra o resultado de uma de suas terapias energéticas. No segundo andar, Jeferson Andrade expõe uma pesquisa feita a partir de fotos pessoais de um soldado encontradas na rua; Léo Ayres constrói um viveiro de plantas caseiras; Júlia Csekö mostra uma de suas esculturas da famosa série Híbridos; e Mario Grisolli nos incita com uma máquina construída com motor de um espremedor de sucos. Na abertura, haverá uma ação-ritual realizada por Bernardo Zabalaga, e Jeferson Andrade fará uma leitura performática. De terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Até 12 de julho. Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo).

*DIREÇÕES – a exposição tem como proposta apresentar trabalhos de artistas que discursam plasticamente e conceitualmente questões ligadas às artes visuais em torno dos elementos essenciais de cada produção como transparência, espaços vazios e volumes. De 1º a 16 de julho. De segunda-feira a domingo, das 10h às 19h. Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian.

*ENTRELINHA – FOTO RIO – exposição com Ana Hupe que experimenta formas expandidas de escrita. Sua pesquisa realiza-se na procura pela revelação das invisibilidades das coisas. Ela integrou o coletivo Opavivará! de 2009 a 2013. Em 2014, fez a individual O Verso, na galeria Ibeu, RJ. De terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Até 26 de julho. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas.

*ELIFAS ANDREATO: CONTORNOS DA MÚSICA CARIOCA – a exposição traça um panorama da carreira do artista gráfico, que completou 50 anos de carreira em 2014, com projetos encomendados por importantes nomes da MPB, como Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Chico Buarque, entre outros. A mostra pretende apresentar o envolvimento integral do artista com a música produzida no Rio de Janeiro, seus principais personagens, cenários e produtos, como capa de discos, cartazes e peças gráficas de shows. Por meio de representações cenográficas, fotografias, reproduções e diversos recursos audiovisuais, a exposição apresenta o processo de criação, e as técnicas e histórias da produção de Elifas Andreato. Uma série de reproduções consagradas que habitam o imaginário popular. Estações multimídia trazem depoimentos do artista sobre 20 de seus principais trabalhos. São cerca de quarenta obras reproduzidas na mostra. Os visitantes poderão manusear estações digitais para ouvir discos embalados pelo artista gráfico. De terça-feira a domingo, das 10h as 18h. Até 13 de dezembro. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

FOTORIO 2015 – o Festival Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro celebra os 450 anos de fundação da cidade com as exposições “O Rio de Luz”, de Bina Fonyat, “Janus”, de Walter Carvalho, e “Ser Carioca – Formas de Sociabilidade na Cidade do Rio de Janeiro”, de Milton Guran, Pedro Vasquez e Julieta Roitman. As exposições podem ser vista, segundas, quartas e sextas-feiras, das 12h às 20h, e terças, quintas-feiras, sábados e feriados, das 10h às 18h. Até 18 de julho. Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica.

*FOTO RIO – ANA HUPE (1983, RIO DE JANEIRO) – o trabalho da artista experimenta formas expandidas de escrita, sua pesquisa realiza-se na procura pela revelação das invisibilidades das coisas. Doutoranda em Linguagens Visuais, mestre em Artes e graduada em Comunicação Social, Ana integrou o coletivo Opavivará!. Participou de residência artística no La Ene (Buenos Aires) realizando a mostra individual Mirar; participou do evento de performance Vênus Terra, com curadoria de Bernardo Mosqueira; apresentou o trabalho Homenagem a Lenora de Barros em Lisboa. Em 2012, expôs Fio, com a artista Mayra Martins Redin, em Porto Alegre; participou do laboratório SP-Arte, a convite do curador Bernardo Mosqueira; entre outros. De terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Até 26 de julho. Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Classificação: livre.

KURT KLAGSBRUNN, UM FOTÓGRAFO HUMANISTA NO RIO (1940-1960) – a exposição reúne trabalhos do artista austríaco realizados no Rio de Janeiro. São cerca de 200 fotografias de um total estimado em mais de 100 mil registros feitos por ele na cidade – o que o situa ao lado de nomes como Augusto Malta e Marc Ferrez na documentação do Rio. Klagsbrunn, de ascendência judaica, chegou em 1939 à então capital brasileira como refugiado do nazismo e descobriu aqui sua vocação para a fotografia. Logo se tornou um dos maiores intérpretes do Rio de Janeiro, construindo uma vasta obra capaz de captar todas as singularidades da sociedade carioca daquele período – seus símbolos e contradições, diferenças e transformações, cruzamentos de classes e culturas. Acompanhado de sua câmera Rolleiflex e de uma curiosidade incessante, Kurt Klagsbrunn (1918-2005) retratou cenas corriqueiras, do cafezinho no balcão ao glamour das corridas no Jockey Club, e personagens que vão do engraxate e do vendedor ambulante a personalidades internacionais (como cineasta americano Orson Welles durante sua marcante passagem pela cidade, 1942). Trata-se de uma verdadeira antropologia da vida cotidiana no Rio, analisando a circulação de afetos e os sistemas de hierarquia social. A seleção presente em Kurt Klagsbrunn, um fotógrafo humanista no Rio (1940-1960) explicita a essência de seu trabalho. Com coordenação do casal Marta e Victor Hugo Klagsbrunn, sobrinho do fotógrafo, a exposição tem curadoria de Márcia Melo, Suzane Worcman e Paulo Herkenhoff. Ao lado de Paisagens não vistas, com fotografias de Marcos Chaves, as mostras celebram os 450 anos da cidade por meio de distintas abordagens de sua história e de símbolos da carioquice. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 9 de agosto. R$ 8 (as terças-feiras com entrada gratuita). Museu de Arte do Rio – MAR.

*MÚLTIPLOS OLHARES – exposição da produção contemporânea de diversos artistas, estabelecendo questões sobre espaço, tempo e memória. A pluralidade nos trabalhos apresentados é o fio condutor da mostra. De segunda-feira a domingo, e feriados, das 10h às 19h, até 16 de julho. Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian.

*NÓ NA MADEIRA – exposição permanente de fotos, discografia interativa em TV e objetos pessoais sobre João Nogueira, que homenageia a vida e obra desse grande artista. A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h, e de sábado a domingo, das 10h às 22h, no térreo do Centro Cultural. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: livre.

*OFERENDAS NO RIO – mostra do fotógrafo Sid Bond, de ascendência ucraniana, que faz parte do FotoRio 2015. Ao procurar retratar as belezas naturais do Rio de Janeiro, ele foi atraído pela sinergia entre as paisagens e as oferendas, acabando por perceber nestas imagens uma vertente cultural que traduz um pouco da alma do Brasil. Assim, a exposição apresenta paisagens da Cidade Maravilhosa, registra o misticismo e o sincretismo religioso numa coesão que muitas vezes passa despercebida, entre rituais místicos e as paisagens da cidade. Durante a vernissage, acontece uma apresentação do grupo cultural Ballet das Iyabas. De terça-feira a domingo, das 10h às 19h. Até 19 de julho. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

RIO SETECENTISTA – O Museu de Arte do Rio abre ao público Rio Setecentista, quando o Rio virou capital, exposição que traça um panorama das transformações ocorridas durante o século 18, época em que cidade se tornou a capital do Vice-Reino do Brasil (1763). Com curadoria de Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira, Anna Maria Fausto Monteiro de Carvalho, Margareth da Silva Pereira e Paulo Herkenhoff, a mostra comemora os 450 anos da fundação do Rio propondo um trajeto visual para adentrar esse século de sua história. A descoberta das minas de ouro no país, as invasões francesas, a execução de Tiradentes são momentos fortes desse processo e estarão retratados na exposição. São cerca de 700 peças – incluindo vasta documentação, objetos da época, ilustrações, pinturas, artefatos religiosos e obras de arte contemporânea – de artistas anônimos e aclamados como Mestre Valentim, Adriana Varejão, Guignard, Augusto Malta, Vasco Araújo, Pierre Verger, Carlos Julião, Rugendas e Debret, entre outros. Abertura no dia 7 de julho, terça-feira, às 11h, com uma conversa com os curadores. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 8 de maio de 2016. R$ 8 (as terças-feiras com entrada gratuita). Museu de Arte do Rio – MAR.

RIO – UMA PAIXÃO FRANCESA – uma seleção de 75 fotografias e vídeos que, provenientes dos acervos das mais respeitadas instituições francesas – Centre Georges Pompidou, Maison Européenne de la Photographie (MPE), Société Française de la Photographie e Musée Nièpce –, retratam o Rio de Janeiro por ângulos originais e singulares. Rio – Uma paixão francesa reúne registros feitos por artistas como os brasileiros Marc Ferrez, Augusto Malta, José Oiticica, Alberto Ferreira e Rogério Reis, os franceses Raymond Depardon e Vicent Rosenblatt, o marroquino Bruno Barbey e o romeno Ghérasim Luca, entre outros expoentes da fotografia do século 19 à atualidade. A produção videográfica será representada por Kátia Maciel, JR e Stephen Dean, entre outros. A exposição, que faz parte das comemorações do aniversário de 450 anos da cidade e abre a programação oficial do FotoRio 2015, tem a curadoria assinada por Jean-Luc Monterosso e Milton Guran, com curadoria-adjunta de Cristianne Rodrigues. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 9 de agosto. R$ 8 (as terças-feiras com entrada gratuita). Museu de Arte do Rio – MAR.

*RIO, ARTE, CORPO E MOVIMENTO – projeto que celebra a união de duas artes: dança e fotografia. Nesta obra fica retratado o vigor da dança contemporânea em inesperados cenários da cidade do Rio. Faz parte de uma trajetória que é fotografar bailarinos fora do palco em diferentes lugares do mundo em meio à natureza e paisagens inusitadas. A fotógrafa italiana Fabian Albertini reúne os bailarinos Celina Portella, Alex Neoral, Maria Alice Poppe, Rodrigo Maia, Marcelle Sampaio, Julio Rocha, Renata Versiani e Al Crisppinn trazendo um olhar inovador sobre a dança contemporânea. Com sua sensibilidade, ele apresenta criatividade e harmonia nessa homenagem à cidade que escolheu para viver. De quarta-feira a domingo, das 14h às 22h, até 16 de setembro. Sala Municipal Baden Powell. Classificação: 18 anos.

*RETRATOS CARIOCAS – HOMENAGEM AOS 450 ANOS DO RIO – exposição em homenagem ao Rio de Janeiro. O carioca desconhecido e a personalidade carioca, todos misturados em vídeos-depoimentos que contam uma parte da história e da própria cidade. Por meio de instalações sensoriais – construídas a partir de vídeos e áudios – a exposição Retratos Cariocas homenageia essa fusão de raças e culturas que faz parte do cenário do Rio de Janeiro. Uma malha complexa e pulsante que a própria geografia da cidade ajudou a construir, espremendo e misturando cores e crenças entre o mar e a montanha. A mostra é uma homenagem a essa mistura legítima, um retrato imersivo na alma do carioca. Curadoria de Luciano Cian. A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h, e de sábado a domingo, das 10h às 22h. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: livre.

TARSILA E MULHERES MODERNAS NO RIO – por meio de 200 peças (entre pinturas, fotografias, desenhos, gravuras, esculturas, instalações, documentos, material audiovisual e objetos pessoais), a exposição explicita a maneira pela qual a atuação de figuras femininas foi fundamental no que diz respeito à construção das sociedades carioca e brasileira, entre os séculos 19 e 20, nas mais diversas áreas – como artes visuais, literatura, música, teatro, dança, medicina, arquitetura, esporte, religião e política. É a primeira vez que Tarsila é contextualizada para além do campo das artes, abordando também o período pelo qual o Brasil e o Rio passavam, de lutas pelos diretos das mulheres que assumiam seu papel na sociedade, seus corpos e desejos. Nesse contexto, a vida e a obra da artista, representada com 25 pinturas e dez desenhos, serve como ponto de partida para a mostra da qual também fazem parte outros grandes nomes como Djanira, Maria Martins, Maria Helena Vieira da Silva, Anita Malfatti, Lygia Clark, Zélia Salgado e Lygia Pape. Curadoria de Hecilda Fadel, Marcelo Campos, Nataraj Trinta e Paulo Herkenhoff. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 20 de setembro. R$ 8 (as terças-feiras com entrada gratuita). Museu de Arte do Rio – MAR.

TIRADENTES CULTURAL – o projeto Tiradentes Cultural é uma iniciativa dos espaços culturais localizados no entorno da Praça Tiradentes que se reúnem com o objetivo de dar visibilidade às suas atividades, realizar ações em conjunto e potencializar a circulação de pessoas nesta região da cidade. O Circuito é uma programação coletiva que acontece no primeiro sábado de cada mês com exposições, apresentações musicais e teatrais, performances, feiras, palestras e oficinas realizadas nos espaços, nas praças, em largos e ruas durante todo o dia. Neste sábado (4), das 10h às 20h. Informações em facebook.com/tiradentescultural ou circuitotiradentescultural@gmail.com

*UM PERCURSO DO CORAÇÃO À MEMÓRIA: DO MUSEU DO BONDE DE SANTA TERESA – exposição sobre as memórias de um ilustre personagem da história carioca, o bondinho de Santa Teresa, e sua trajetória iniciada há 115 anos. De terça-feira a domingo, das 10h às 19h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

ZONA DE POESIA ÁRIDA – a mostra apresenta o conjunto de mais de 55 trabalhos de coletivos de arte e ativismo de São Paulo que, no MAR, constituem o Fundo Criatividade Coletiva/Doação Funarte, formado por meio da 6a edição do Prêmio de Artes Plásticas Marcantonio Vilaça, iniciativa de grande importância no campo das políticas públicas da cultura deste país. A coleção evidencia o processo de adensamento curatorial que sublinha a condição do MAR de museu de processos: o Fundo Criatividade Coletiva é um fundamental desdobramento da presença de diversos coletivos e grupos de São Paulo na exposição inaugural O Abrigo e o Terreno, que debateu o direito à cidade e à habitação, além das relações entre público e privado. A produção de artistas, ativistas e integrantes de movimentos sociais é inflexão na história da arte brasileira que demanda ser pensada criticamente. Colecionar, exibir e refletir sobre essa produção faz-se necessário para que suas prementes questões – sociais, estéticas, políticas, econômicas – encontrem ressonância, ampliando seu público e o alcance histórico de suas lutas. De terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Até 12 de julho. R$ 8 (as terças-feiras com entrada gratuita). Museu de Arte do Rio – MAR.

DANÇA

DUELO DE BONDES – o projeto Funk Móvel – Duelo de Bondes, selecionado na seleção pública de Ações Multilinguagens de 2014. Final com os vencedores das audições, no dia 3 de julho, sexta-feira, das 9h às 20h, no Centro Municipal de Artes Calouste Gulbekian. O vencedor da etapa final será contemplado com a produção de um videoclipe. Informações e inscrições: www.funkmovel.com.br / e-mail: contato@funkmovel.com.br

ENSAIOS ABERTOS – CIAS RESIDENTES – Dia 4 de julho, às 19h, e dia 5 às 17h. R$ 2. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro.
*LEROS, LEROS E BOLEROS – convidados dançam ao som da seresta cantada por músicos profissionais. Coordenação de Deise Vieira e Dilma Gomes. Terças-feiras, das 15h às 19h. Centro Cultural Municipal Professora Dyla Sylvia de Sá. Classificação: livre.

*SWING ON SUNDAYS – o grupo Rio Hoppers se dedica a divulgar e desenvolver a swing dances no Rio de Janeiro, em especial a Lindy Hop. A fim de divulgar a cultura afroamericana dos anos 1920 aos anos 1940, o grupo atua com professores, performers e organizadores. Todo primeiro domingo do mês, o grupo oferece aulas gratuitas para iniciantes, seguidos de baile. Dia 5 de julho, domingo, às 14h. Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo). Classificação: 16 anos.

CINEMA

*CINEMA NA ARENA – reviva os momentos mais emocionantes e engraçados nas sessões de cinema infantil. Sábados e domingos, às 10h30. Programação de julho: Branca de Neve e os sete anões, dia 4, sábado; Pinóquio, dia 5, domingo. Os filmes podem sofrer alteração sem aviso prévio. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

DIREITOS HUMANOS EM CENA – o Circuito de Projeções e Debates “Direitos Humanos em Cena” tem o objetivo de fomentar a discussão sobre Direitos Humanos nas áreas de UPP, enfatizando seus mais diferentes aspectos e contribuindo para a disseminação de informações sobre o tema junto a organizações locais, lideranças comunitárias e moradores. Programação: Dia 7 de julho, terça-feira – Sophia, às 17h30; Rio Cigano, às 18h; e Que Bom Te Ver Viva, às 19h30. Dia 8 de julho, quarta-feira – Pelas Janelas, às 17h; A Vizinha Do Tigre, às 18h; e Cabra Marcado Para Morrer, às 20h.

MEU PASSADO ME CONDENA 2 – o filme mostra o que aconteceu com Fábio e Miá, após o casamento e a turbulenta lua-de-mel num cruzeiro em alto mar. Agora que caiu na rotina, o casal apaixonado está estressado e tem que lidar com suas diferenças. Na tentativa de salvar o casamento, Fábio convence a mulher a ir com ele a Portugal para visitar o avô. O desenrolar da história se passa em Lisboa e na aldeia de Sortelha, próxima da Serra da Estrela, local mítico e romântico. Lá, Fábio reencontra uma antiga namorada, Ritinha, e Álvaro, com quem foi criado e rivaliza desde garoto. Longe de casa, os dois passam, mais uma vez, pelas provações típicas dos jovens casais. Com Fábio Porchat, Miá Mello, Antônio Pedro, Mafalda Rodilles, Ricardo Pereira, Inez Viana e Marcelo Valle. Dirigido por Julia Rezende. Lançamento no dia 7 de julho.

QUALQUER GATO VIRA-LATA 2 – Tati (Cléo Pires) e Conrado (Malvino Salvador) viajam a Cancún, onde ele participa de uma conferência para o lançamento de seu livro. Pronta para dar o próximo passo, ela aproveita a ocasião para pedi-lo em casamento. Direção de Roberto Santucci e Marcelo Antunez. Com Cléo Pires, Malvino Salvador, Dudu Azevedo. Em cartaz nas salas de cinema.

*RIO FESTIVAL GAY DE CINEMA – o Festival chega à quinta edição com 120 filmes e novidades, com três curtas agrupados para discutir questões de gênero e sexualidade com adolescentes de escolas convidadas. Já a mostra de curtas nacionais, voltada para o público adulto ou jovem acompanhado, reúne produções diversas e propõe uma reflexão madura no universo da diversidade sexual e dos direitos humanos. Programação: dia 3 de julho, sexta-feira, às 15h e às 19h, na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra. Sempre, às 14h e classificação: 18 anos. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró.

CURSOS, DEBATES E OUTROS

*BAZAR LOJAS C&A – por meio do Projeto Bazar, mercadorias das lojas C&A são doadas para a realização de bazares beneficentes. Dia 5 de julho, domingo, às 10h. Arena Carioca Jovelina Pérola Negra.

*CRAS GONZAGUINHA – Pró-jovem – projeto do Centro de Referencia de Assistência Social, voltado para jovens da comunidade e de escolas públicas. São atividades de dança, teatro e música. De terça a sexta-feira, das 9h as 11h, e das 14h às 16h. E para a Terceira Idade, com atividades de dança, teatro, música e memória. Quartas-feiras, das 14h as 16h. Centro Cultural Municipal Profª Dyla Sylvia de Sá.

*CANTO E POESIA – ENCONTRO PARA A TERCEIRA IDADE – poesia, canto e literatura. Dias 3 e 17 de julho, sextas-feiras, às 15h. Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo).

COSTURANDO HISTÓRIAS: UMA MANEIRA DIFERENTE DE ESTIMULAR LEITURA, CULTURA, CONHECIMENTO E INTERAÇÃO – oficina ministrada por Daniela Fossaluza que em alguns encontros, através de jogos, dinâmicas e conversas, serão abordados e vivenciados os elementos que compõem a arte de contar histórias, enfocando a relação interativa do contador com seus ouvintes e suportes de trabalho (a palavra, a história, o livro, o texto, a ilustração, o tapete, o cenário, os personagens, a música, os objetos sonoros, o universo do contador,…). Este é um convite à descoberta e estímulo da narração como processo criativo. A utilização dos tapetes contadores surge como forma de enriquecer e dar suporte à narração de cada contador. Como resultado da oficina, cada participante terminará o exercício e a prática apresentando uma história com o apoio de um tapete. Aproximadamente 20 tapetes do acervo do grupo Costurando Histórias são utilizados na oficina e ficam à disposição da prática dos alunos. Dia 7 de julho, terça-feira, das 14h às 17h. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

CANTO COLETIVO – ministrada por Érica de Paula a oficina tem como objetivo proporcionar experiências no canto em grupo, buscando o autoconhecimento da voz e da sua relação com o corpo. O trabalho será focado em exercícios respiratórios e vivência com repertório adequado ao grupo. Dias 8 e 15 de julho, quartas-feiras, das 19h às 21h. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

DANÇA DE SALÃO – aula aberta de dança de salão para iniciantes de todas as idades, com passos básicos. Inscrições pelo e-mail: julieta@barimaculada.com.br. Dias 7 e 21 de julho, terças-feiras, às 19h. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: livre.

*DANÇA DE SALÃO – prática de diversos ritmos como samba, bolero, salsa e tango. Aulão com Luís Romano. Quartas-feiras, das 19h às 21h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

OFICINAS NO CALOUSTE – Estamparia, terças e quintas-feiras, das 9h às 12h ; Teatro para adolescentes, segundas e quartas-feiras, das 9h às 12h, e das 14h às 17h; e Laboratório de Cerâmica; terças-feiras, das 9h às 12h e 14h às 17h. As inscrições para as oficinas são realizadas pelo telefone 2292-7546 ou cursos.calouste@gmail.com, de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 16h. Centro de Artes Calouste Gulbenkian.

OFICINAS LIVRES – oficina de yoga yengar – segundas e sextas-feiras, das 9h30 às 12h; oficina de percussão – segundas-feiras, das 15h às 18h; oficina de contato improvisação – segundas e quartas-feiras, das 18h às 21h; tai chi chuan – terça e sexta, das 8h30 às 9h30; capoeira infantil e adulto – quintas-feiras, das 19h às 21h e sábados, das 10h30 às 13h; oficina de danças afro-latinas – quintas-feiras, das 19h30 às 21h; hip hop – quintas-feiras, das 18h às 21h e sextas-feiras, das 16h às 18h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo.

*OFICINAS NO DYLA – teatro infantil, domingos, das 11h às 12h30, a partir de 5 anos; teatro adulto, sábados, das 11h às 14h; yoga, quartas-feiras, das 9h às 10h; quintas-feiras, das 17h às 18h; baralho cigano, quartas-feiras, das 14h às 16h; dança cigana, dança espanhola e dança flamenca (intercaladas), quartas-feiras, das 16h às 18h;
preparação vocal, quintas-feiras, das 14h às 15h; canto coral, quinta-feira, das 15h às 17h; tricô e crochê, quintas-feiras, das 9h às 11h; pintura em tela, sextas-feiras, das 12h às 17h; dança do ventre, sextas-feiras, das 17h às 18h; e capoeira, sextas-feiras, das 18h as 19h. Centro Cultural Municipal Profª Dyla Sylvia de Sá.

POCKET SHOWS COM LUÍS CARLINHOS – direcionada aos alunos da rede pública, principalmente aos que tem alguma experiência com canto coral e aos integrantes do coral da Palavra Cantada, o cantor e compositor Luis Carlinhos fará dois pocket shows seguidos pela esquete Aramis, uma narrativa física, verbal e sonora que a partir das memórias do ator narra a história do seu cavalo de infância. Depois da performance, o artista oferecerá ao público uma oficina sobre memória e infância com dinâmica de contação de histórias e cruzamento de histórias entre os participantes. Ao final haverá uma apresentação. Dia 8 e 10 de julho. Quarta-feira, das 14h30 às 16h30, e sexta-feira, das 9h às 11h. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

*ROTEIROS GEOGRÁFICOS DO RIO – roteiros a pé pela cidade, com informações históricas, geográficas e culturais do Rio, em parceria com o Instituto de Geografia da UERJ. “Caminhando Entre Luzes no Centro do Rio à Noite”, dia 3 de julho, sexta-feira, às 20h, encontro nos degraus da Casa França-Brasil (ao lado do CCBB em frente à Igreja de Nossa Senhora da Candelária); “A Grife Rio 450 – Da Ladeira da Misericórdia ao Castelo de Santa Luzia”, dia 5 de julho, domingo, às 16h, na Ladeira da Misericórdia (ao lado do MIS, atrás do Museu Histórico Nacional); “Roteiro Noturno no Centro do Rio a Pé”, dia 9 de julho, quinta-feira, às 20h, encontro nos jardins da Catedral Presbiteriana, Rua da Carioca com Praça Tiradentes. Em caso de tempo chuvoso, o roteiro será cancelado. É conveniente telefonar para confirmar – Inscrições não são necessárias – grátis – a pé facebook.com/roteirosgeorj – roteirosgeorio@uol.com.br (21) 98871-7238 Twitter: @roteirosgeorio – www.roteirosdorio.com

LEITURA

*DA PALAVRA AO FIO – com os Tapetes Contadores de Histórias. O grupo é composto de atores e contadores de histórias que desde 1998 produz e realiza espetáculos, sessões de histórias, oficinas, exposições interativas e projetos culturais que envolvem oralidade, artes visuais e teatro. Dia 7, 9, 14, 16, 21, 23 e 28 de julho, terças e quintas-feiras, às 9h, na Biblioteca Popular da Ilha do Governador.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – todos os domingos, das 10h às 14h, no Imperator – Centro Cultural João Nogueira, com contação de histórias das 11h às 12h, com Giovana Olivieri.

BIBLIOTECA POPULAR DE BOTAFOGO
*BIBLIOTECA VIRTUAL – de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, e sábados, das 10h às 15h.

*ENCONTRO DE GERAÇÕES – debate sobre assuntos da atualidade (política, cultura, saúde, etc), valorizando a experiência de quem chegou à maturidade. Coordenado pela Associação dos Amigos da Biblioteca de Botafogo. Sextas-feiras, das 14h às 16h.

ENCONTRO DE CONTADORES DE HISTÓRIAS – com o grupo Agregando. Coordenação de Cléo Mota e Sônia Sampaio. Dia 2 de julho, quinta-feira, às 14h.

CURSOS E OFICINAS

CURSO DE PINTURA – ministrado por Marilu Leda Elias de Carvalho. Terças e quartas-feiras, às 9h. R$ 90 (mensalidade).

CURSO BÁSICO DE INGLÊS – ministrado por Sandra Porto. Básico I, terças-feiras, das 12h às 14h e quartas-feiras, das 11h às 13h; básico II, quintas-feiras, das 9h às 11h; intermediário, quartas- feiras, das 9h às 11h; e conversação, quintas-feiras, das 11h às 13h.R$ 90 (mensalidade).

CURSO DE ITALIANO – ministrado por José Aparecido. Avançado, terças-feiras, das 14h às 16h; e Básico, quintas-feiras, das 14h às 16h.

CURSO BÁSICO DE ESPANHOL – ministrado por José Luiz. Básico III – segundas-feiras, às 9h30; Básico III – quartas-feiras, 14h30; Básico II – terças-feiras, às 10h. R$ 90 (mensalidade).

CURSO DE FRANCÊS – ministrado por Cristian Egídio. Básico I – sextas-feiras, das 13h às 15h; Básico II – sexta-feira, das 15h às 17h; Básico I (iniciantes) – segundas-feiras, das 13h às 15h; Iniciante – segundas-feiras, das 15h às 17h. Mensalidade: R$ 90.

CURSO DE ALEMÃO – ministrado por Cristian Egídio. Básico I – sábados, das 10h às 12h; Básico I – sábados, das 12h às 14h. Mensalidade: R$ 90.

BIBLIOTECA POPULAR DE CAMPO GRANDE
*BIBLIOTECA VIRTUAL – de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Período máximo de acesso à internet de uma hora, com agendamento prévio.

*DA PALAVRA AO FIO – com os Tapetes Contadores de Histórias. O grupo é composto de atores e contadores de histórias que desde 1998 produz e realiza espetáculos, sessões de histórias, oficinas, exposições interativas e projetos culturais que envolvem oralidade, artes visuais e teatro. Com Warley Goulart. De 6 e 27 de julho. Segundas e quartas-feiras, das 13h30 às 16h30.

BIBLIOTECA POPULAR DA ILHA DO GOVERNADOR
*BIBLIOTECA VIRTUAL – segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, e sábados, das 10h às 13h.

*DA PALAVRA AO FIO – oficina sobre a arte de contar histórias com os Tapetes Contadores de Histórias (Warley Goulart). De 7 a 28 de julho. Terças e quintas-feiras, das 9h às 12h.

*A ARTE E O ARTISTA EM PRIMEIRO PLANO – o artista plástico Valdir Pereira Augusto dá aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. Aulas de desenho e pintura para todas as idades e talentos. A única condição é a vontade de aprender. Quartas-feiras, das 13h às 16h30, sextas-feiras, das 9h às 16h30, e sábados, das 10h às 15h30.

*A ILHA QUE EU AMO – exposição dos participantes do concurso A Ilha que Eu Amo, com fotografias de paisagens da Ilha do Governador tiradas de telefones celulares.
De 18 a 31 de julho. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, sábados, das 10h às 16h.

BIBLIOTECA POPULAR DE IRAJÁ
*BIBLIOTECA VIRTUAL – segunda a sexta-feira, das 9h30 às 15h30.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

*OFICINA DE ORIGAMI – oficina que ensina técnicas de origami. Com o Profº Jorge dos Santos. Segundas-feiras das 14h às 16h (a partir dos 7 anos de idade).

*RESIDÊNCIA ARTÍSTICA GRUPO MOSAICOS – Entre contos e poemas: Roda de Leitura para Terceira Idade, dia 2 de julho, quinta-feira, às 14h30.

BIBLIOTECA POPULAR DE JACAREPAGUÁ
*BIBLIOTECA VIRTUAL – de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

*DA PALAVRA AO FIO – com os Tapetes Contadores de Histórias. O grupo é composto de atores e contadores de histórias que desde 1998 produz e realiza espetáculos, sessões de histórias, oficinas, exposições interativas e projetos culturais que envolvem oralidade, artes visuais e teatro. Com Cadu Cinelli. De 7 a 28 de julho, às 13h30 às 16h30.

BIBLIOTECA POPULAR DE SANTA TERESA
*TROCA-TROCA DE LIVROS – traga um livro de literatura em bom estado e troque por outro. Quartas-feiras, das 10h às 16h.

*RIO 450 ANOS – exposição permanente de livros sobre o Rio de Janeiro (bairros, história e personalidades cariocas). De segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

CURSO DE INGLÊS – para crianças da comunidade. Terças e quintas-feiras, das 9h30 às 10h30, das 14h às 14h50, das 14h50 às 15h40 e das 15h40 às 16h30.

BIBLIOTECA POPULAR DA TIJUCA
*BIBLIOTECA VIRTUAL – acesso gratuito à internet com agendamento antecipado. De segunda a sexta-feira, das 9h30 às 15h30. Sábados, das 10h30 às 14h30.

*DA PALAVRA AO FIO – com os Tapetes Contadores de Histórias. O grupo é composto de atores e contadores de histórias que desde 1998 produz e realiza espetáculos, sessões de histórias, oficinas, exposições interativas e projetos culturais que envolvem oralidade, artes visuais e teatro. De 6 a 27 de julho. Segundas e quartas-feiras, das 9h às 12h.

*TROCA-TROCA DE LIVROS – diariamente, exceto aos domingos e feriados, das 9h às 17h. Sábados, das 10h às 16h.

*LIBERTAÇÃO DE LIVROS – dias 6 e 7 de julho, segunda e terça-feira, das 10h às 17h.

*PROJETO NAVEGARTES – dias 2, 16 e 30 de julho, quintas-feiras, das 14h às 16h30.

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO
Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea. Tel: 2274-0046.
Funcionamento: de terça-feira a domingo.
Exposições: de terça-feira a domingo, de 14h às 18h – R$ 12 inteira e R$ 6 meia.
Sessões de Cúpula* (com exposições): de terça-feira a domingo, das 14h às 18h – R$ 24, inteira e R$ 12, meia.
*A venda de ingressos para as Sessões de Cúpula se encerra 10 minutos antes do início das Sessões.
SESSÕES DE CÚPULA – sábados: A Janela Mágica, às 15h; Dois Pedacinhos de Vidro, às 16h; e Céu Histórias e Estrelas, às 17h. Domingos: O Aniversário do Pingo, às 15h; Planetas, às 16h; e Céu: Histórias e Estrelas, às 17h.

EXPOSIÇÕES

EXPERIMENTOS INTERATIVOS – são 60 experimentos interativos divididos em três áreas: astronomia fundamental; astrofísica e nave-escola que revelam os mistérios que cercam o espaço e explicam uma série de curiosidades sobre o Sistema Solar.

NÚMEROS E CORES – UMA HISTÓRIA DA ASTRONOMIA – conta a história da ciência astronômica por meio de imagens registradas desde os primórdios da astronomia até os tempos atuais. São 15 painéis com 116 fotografias, 34 ilustrações e três maquetes distribuídas no primeiro piso do Museu do Universo.

O UNIVERSO DESLUMBRANTE – cinco painéis com 38 fotografias contam a história dos 50 anos da fundação do Observatório Europeu do Sul. A exposição mostra imagens captadas a partir dos poderosos telescópios instalados no deserto chileno e explica a tecnologia utilizada para os registros deslumbrantes do Universo.

OUTRAS ATIVIDADES

*OBSERVAÇÃO DO CÉU– orientada por uma equipe de astrônomos, as observações acontecem às quartas-feiras (exceto feriados), às 18h30 (no horário de verão a atividade passa a ser oferecida às 19h30). A observação depende das condições meteorológicas. Distribuição de senhas 30 minutos antes do início da atividade.

*BIBLIOTECA GIORDANO BRUNO – amplo acervo de livros sobre Astronomia e ciências afins. De segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

ENDEREÇOS
ARENA CARIOCA ABELARDO BARBOSA – CHACRINHA
Rua Soldado Eliseu Hipólito, s/n esquina com Av. Litorânea – Pedra de Guaratiba
Tel: (21) 3404-7980

ARENA CARIOCA CARLOS ROBERTO DE OLIVEIRA – DICRÓ
Parque Ari Barroso, s/nº – Penha. Tel: 3486-7643

ARENA CARIOCA FERNANDO TORRES
Rua Bernardino de Andrade, 200 – Parque Madureira – Madureira.
Tels: 3495-3078 / 3495-3093

ARENA CARIOCA JOVELINA PÉROLA NEGRA
Praça Ênio, s/nº – Pavuna. Tel: 2886-3889
Estação Pavuna

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE BOTAFOGO – MACHADO DE ASSIS
Rua Farani, 53 – Botafogo. Tel: 2551-6911
Estação Flamengo

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE – MANOEL IGNÁCIO DA SILVA ALVARENGA
Praça Thelmo Gonçalves Maia, s/nº – Campo Grande. Tel: 3394-5509
Metrô + Integração SuperVia – Estação Benjamin do Monte

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA GAMBOA – JOSÉ BONIFÁCIO
Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa. Tel: 2263-7832. Provisoriamente funcionando no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, na Rua Benedito Hipólito, 125 – Praça XI. Telefone: 2224-2628 / 2224-8300 / 2234-5747.

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA ILHA DO GOVERNADOR – EUCLIDES DA CUNHA
Praça Danaides s/n° – Cocotá. Tel.3368-7797

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DO IRAJÁ –
JOÃO DO RIO
Av. Monsenhor Félix, 512. Tel: 2482-3582
Estação Irajá

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE JACAREPAGUÁ – CECÍLIA MEIRELES
Rua Dr Bernardino, 218 – Praça Seca. Tel: 3833-0084

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA MARÉ – JORGE AMADO
Rua Ivanildo Alves, s/nº – Complexo da Maré.
Tel: 3105-7134

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DE SANTA TERESA – JOSÉ DE ALENCAR
Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa.
Tel: 2224-2358

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL DA TIJUCA – MARQUES REBELO
Rua Guapeni, 61 – Tijuca. Tel: 2204-0752
Estação Saens Peña

BIBLIOTECA POPULAR MUNICIPAL VOLANTE – JOÃO ANTONIO
Av. Monsenhor Félix, 512 – Irajá. Tel: 2482-3086 / 2482-3582.

CASAS CASADAS – RIOFILME
Rua das Laranjeiras, 307 / Rua Leite Leal, 11 – Laranjeiras. Tel: 2225-7082
Estação Largo do Machado

CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
Rua José Higino, 115 – Tijuca.
Tels: 3238-0601 / 3238-0357 / 2268-7139
Estação Uruguai

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL JOSÉ BONIFÁCIO
Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa. Tels: 2233-7754

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL LAURINDA SANTOS LOBO
Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa
Tels: 2215-0618 / 2224-3331

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL ODUVALDO VIANNA FILHO (CASTELINHO DO FLAMENGO)
Praia do Flamengo, 158. Tel.: 2205-0655 / 2205-0276
Estação Largo do Machado

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PARQUE DAS RUÍNAS
Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa
Tels: 2215-0621 / 2224-3922

CENTRO CULTURAL MUNICIPAL PROFª DYLA SYLVIA DE SÁ
Rua Barão, 1180 – Praça Seca. Tels: 3833-4769

CENTRO MUNICIPAL DE ARTES CALOUSTE GULBENKIAN
Rua Benedito Hipólito, 125 – Praça XI
Tels: 2224-2628 / 2224-8300 / 2234-5747
Estação Praça Onze

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA
Rua Luís de Camões, 68 – Centro
Tels: 2232-4213 / 2242-1012
Estação Carioca

CENTRO MUNICIPAL DE REFERÊNCIA DA MÚSICA CARIOCA ARTUR DA TÁVOLA
Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
Tels: 3238-3831 / 3238-3743 / 3238-3880
Estação Saens Peña (integração)

CINE CARIOCA NOVA BRASÍLIA
Rua Nova Brasília, s/ nº – Praça Nossa Senhora de Fátima, Bonsucesso.
Telefone: (21) 7738-5241

CINE CARIOCA MÉIER
Rua Dias da Cruz, 170 – Méier
Telefone: (21) 2461-2461

ECOMUSEU DO QUARTEIRÃO CULTURAL DE
SANTA CRUZ
Rua Afonso Cavalcanti, 455 / 2º andar, sala 217
Tels: 2976-2548 / 2976-1245

ESPAÇO CULTURAL MUNICIPAL SÉRGIO PORTO
Rua Humaitá, 163 – Humaitá. Tel: 2535-3846
Estação Botafogo e Humaitá (Metrô na superfície)

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO
Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea. Tel: 2274-0046
Estação Puc, Botafogo ou Ipanema/General Osório + Metrô na Superfície

IMPERATOR – CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA
Rua Dias da Cruz, 170 – Méier
Telefones: 2597-3897 / 2596-1090

LONA CULTURAL MUNICIPAL CARLOS ZÉFIRO
Estrada Marechal Alencastro, s/nº – Anchieta
Tel: 3019-1654
Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos

LONA CULTURAL MUNICIPAL ELZA OSBORNE
Estrada Rio do A, 220 – Campo Grande
Tels: 3406-8434 / 2413-2255 (fax)
Metrô + Integração SuperVia – Estação Campo Grande

LONA CULTURAL MUNICIPAL GILBERTO GIL
Avenida Marechal Fontenelle, 5.000 – Realengo. Metrô + Integração SuperVia – Estação Magalhães Bastos
Tels: Tels: 3462-0774 / 3333-2889

LONA CULTURAL MUNICIPAL HERBERT VIANNA
Rua Ivanildo Alves s/nº – Nova Maré. Tels: 3105-6815

LONA CULTURAL MUNICIPAL HERMETO PASCOAL
Praça 1º de maio s/nº – Bangu. Tel: 3332-4909

LONA CULTURAL MUNICIPAL JACOB DO BANDOLIM
Praça Geraldo Simonard – Pechincha – Jacarepaguá.
Tel: 2425-0825

LONA CULTURAL MUNICIPAL JOÃO BOSCO
Av. São Félix, 601 – Parque Orlando Bernardes – Vista Alegre. Tel: 2482-4316

LONA CULTURAL MUNICIPAL RENATO RUSSO
Parque Manuel Bandeira, s/nº – Ilha do Governador. Tel: 2467-7274

LONA CULTURAL MUNICIPAL SANDRA DE SÁ
Rua 12, quadra 219 – Guandu 1
Tels.: 3365-6039 / 3395-1630

LONA CULTURAL MUNICIPAL TERRA
Praça Edson Guimarães s/nº. Tels.: 3018-4203 / 3287-0921

MEMORIAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS
Praça Luís de Camões s/n – Glória
Tel: 2237-5234

MUSEU HISTÓRICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
Estrada Santa Marinha s/nº – Gávea (em obras – fechado ao público)
Tels: (21) 2512-2353 / 2294-5990

MUSEU DE ARTE DO RIO – MAR
Praça Mauá, 5, Centro.
Telefone: 3031-2741

PLANETÁRIO DE SANTA CRUZ
Cidade das Crianças Leonel Brizola, localizada no km 1 da rodovia Rio-Santos, em Santa Cruz.
Telefone: 3157-4121

SALA MUNICIPAL BADEN POWELL
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 360 – Copacabana. Tels: 2255-1067 / 2255-1366
Estação Cardeal Arcoverde

TEATRO IPANEMA
Rua Prudente de Moraes, 824 A, Ipanema
Tel: 2267-3750 / 2523-9794
Estação Ipanema/General Osório + Metrô na Superfície

TEATRO MUNICIPAL CAFÉ PEQUENO
Av. Ataúlfo de Paiva, 269 – Leblon. Tel: 2294-4480
Estação Jardim de Alah e Ipanema/General Osório

TEATRO MUNICIPAL CARLOS GOMES
Praça Tiradentes s/nº – Centro
Tels: 2215-0556 / 2224-3602. Estação Carioca

TEATRO MUNICIPAL CARLOS WERNECK
Aterro do Flamengo (altura do nº 300 da Praia do Flamengo, esquina com a R. Tucumã)
Estação Flamengo

TEATRO MUNICIPAL MARIA CLARA MACHADO
Rua Padre Leonel Franca, 240 – Gávea.
Tel: 2274-7722. Estação Ipanema e General Osório (Metrô na superfície)

TEATRO MUNICIPAL ZIEMBINSKI
Rua Heitor Beltrão s/nº – Tijuca.
Tels: 3234-2003 / 3234-2815
Estação São Francisco Xavier

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DO MÉIER
Praça Jardim do Méier (ao lado do Hospital Municipal Salgado Filho)
Estação São Francisco Xavier (integração)

TEATRO MUNICIPAL DE GUIGNOL DA TIJUCA
Praça Comandante Xavier de Brito (entre a Av. Maracanã e Rua Otávio Kelly)
Estação Saens Peña (integração)

Mais informações: http://www.rio.rj.gov.br/web/smc/exibeconteudo?id=4212581

Deixe uma resposta

Top