You are here
Home > Esporte

Matthieu Lussiana domina treinos de sexta-feira do Moto 1000 GP em Goiânia

Goiânia- GO, Brasil- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna.

Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia.

Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Goiânia- GO- Brasil- 26/06/2015- O primeiro dia de treinos livres para o GP Michelin, terceira etapa do Moto 1000 GP, mostrou que Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, se adaptou rapidamente à pista do Autódromo Ayrton Senna. Atual campeão da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o francês venceu a etapa de Goiânia no ano passado e continua mostrando a boa fase de sua carreira. Lussiana é vencedor das duas primeiras etapas da competição, nas pistas paranaenses de Curitiba e Cascavel, e lidera o campeonato 19 pontos à frente do vice-líder, o português Miguel Praia. O piloto da BMW,foi o mais veloz do dia com o tempo de 1min23s753, com vantagem de 0s186 sobre o argentino Sebastian Porto, seu companheiro de equipe. Porto fez a segunda volta mais rápida do dia em 1min23s939. Em terceiro e quarto ficaram o argentino Diego Pierluigi, da JC Racing Team e o português Miguel Praia, da Center Moto Racing Team. Os tempos foram 1min24s650 e 1min24s659, respectivamente.  Pilotos de cinco países ocuparam os seis primeiros lugares da classificação geral da GP 1000, nesta sexta-feira. O paulista Danilo Lewis, da Tecfil Racing Team foi o melhor brasileiro desta sexta-feira. Lewis fechou o dia em sexta, com o tempo de 1min25s991. Três pilotos brasileiros ocuparam os primeiros lugares na classificação Evo, que contempla com classificação em separado para corridas e campeonatos pilotos que têm suas carreiras em fase de ascensão. Nick Iatauro (Team Suzuki PRT) ficou em primeiro lugar com o menor tempo de volta na categoria. Ele completou os 3.835 metros do circuito goiano em 1min26s582. Em segundo lugar ficou o paulista Diego Pretel com a Ducati da DRT e o paranaense Victor Moura com a BMW da M2B Racing, em terceiro. Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz/ Grelak Comunicação

 

 

Deixe uma resposta

Top