You are here

Incrível impacto das explosões solares sobre a Terra em 25/06

A Estação Espacial Internacional registra o brilho cintilante das auroras boreais, cerca de 400 quilômetros/250 milhas acima da estação orbital. São verdadeiros shows de luzes coloridas e brilhantes, que ocorrem em função do contato dos ventos solares com o campo magnético da Terra. Logo acima do horizonte na estação espacial, é vista uma faixa vermelha rará da aurora.

EXPLOSÕES SOLARES 1_06

Quando este fenômeno ocorre em região próxima ao pólo norte é chamado de aurora boreal, quando acontece no pólo sul é chamado de aurora austral. Estes fenômenos são mais comuns entre os meses de fevereiro, março, abril, setembro e outubro.

A tempestade geomagnética em curso, começou após o impacto recente de uma ejeção de massa coronal na magnetosfera da Terra. A Mancha solar 12371 deverá chegar, em 27 de junho, as 15:18, ut (11:18 EDT) com menor impacto.

NASA_latest_aia_193Em alta latitude, os observadores das auroras, poderão acompanhar uma pequena tempestade geomagnética, provavelmente não será tão intensa, quanto a explosão de CME do dia 23 junho.

Imagens NASA e Estação Espacial Internacional.

Deixe uma resposta

Top