You are here
Home > Notícias

Fumantes e ex-fumantes podem sofrer doenças não diagnosticadas

Mais da metade dos fumantes e ex-fumantes que são considerados saudáveis por conseguirem passar por um teste de capacidade respiratória, na verdade sofrem de doenças pulmonares crônicas – de acordo com um estudo divulgado nesta segunda-feira. “Os efeitos do tabagismo crônico nos pulmões e na saúde em geral são muito subestimados”, afirmou James Crapo, professor de medicina no National Jewish Health (NJH) de Denver (Colorado, oeste dos Estados Unidos). “As doenças pulmonares são frequentes entre os fumantes cujos testes de capacidade respiratória deram resultados normais”, comentou o médico sobre um estudo publicado nesta segunda-feira pela revista especializada norte-americana JAMA Internal Medicine.

O scanner determinou que 42% dos participantes – cujos pulmões pareciam saudáveis no teste de capacidade respiratória – sofria enfisema ou espessamento das vias respiratórias. Cerca de 23% deles apresentava um espessamento acentuado das paredes respiratórias, em comparação com 3,7% de pessoas que nunca fumaram. Em termos gerais, tanto os fumantes como os ex-fumantes têm uma qualidade de vida bastante pior que aquelas que nunca fumaram. Muitas destas pessoas estão provavelmente nas fases iniciais de uma doença pulmonar obstrutiva crônica, como enfisema e bronquite crônica. Ambas são a terceira causa de morte nos Estados Unidos, de acordo com os investigadores.

30-05-2014 - Cigarros apagados em copo descartável. 87% de fumantes Brasileiros se arrepende de ter começado a fumar. Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
30-05-2014 – Cigarros apagados em copo descartável. 87% de fumantes Brasileiros se arrepende de ter começado a fumar. Foto: Rafael Neddermeyer

Por Tony Cavalcanti

Deixe uma resposta

Top