You are here
Home > Esporte

Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio

Simplesmente, não empolgou. Apesar da Seleção Brasileira alcançar a décima vitória consecutiva e ter Neymar em campo por todo o segundo tempo, a equipe comandada pelo técnico Dunga deixou o campo vaiada após a magra vitória sobre Honduras, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, num estádio Beira-Rio com público inferior ao das semifinais do Gauchão – cerca de 22 mil pessoas.

Após o jogo, a Seleção permanece no Estado até sexta-feira. No dia seguinte embarca ao Chile, onde estreia na Copa América às 18h30min de domingo, contra o Peru, na primeira rodada do Grupo C, que também tem Colômbia e Venezuela.

Pressão no início

Os comandados de Dunga até começaram pressionando e provocaram alguma confusão na defesa dos hondurenhos. Aos 12 minutos, Beckeles quase fez gol contra. William, com liberdade pela direita, cruzou na área para desvio de Fabinho. A bola pingou na pequena área e Beckeles chutou contra a própria meta. Quem salvou foi o goleiro Valadares.

As chances foram quase todas do Brasil a seguir, mas sem levar perigo iminente de gol. Um chute mascado de David Luiz em bola cruzada, outra oportunidade para Firmino em passe de Philipe Coutinho, mas sem mudar o zero ou animar a torcida. A festa veio apenas aos 32 minutos. Filipe Luis correu para a área no contragolpe e rolou para Firmino na pequena área. O atacante desviou do goleiro e correu para o abraço no 1 a 0.

Neymar entra, mas placar não muda

As esperanças para o segundo tempo eram para a entrada de Neymar; e até Robinho veio na carona. Mas o futebol continuou pouco, a não ser por algumas jogadas mais inspiradas do ex-colorado Fred. Aos 18 minutos, ele quase ampliou no passe de Firmino, mas o lance foi abafado por Valadares. O ex-gremista Douglas Costa também criou boas jogadas, mas faltou precisão na conclusão.

Honduras ainda presentou muito pouco, apesar de avançar a marcação. Lozano quase anotou o empate, num voleio, mas tirou risca da trave. Ficou nisso, entretanto, e o fim da partida se encaminhou melancólico, com a torcida começando a deixar o estádio dez minutos antes do fim. Antes do apito final, o time de Dunga ainda ouviu vaias, quando os visitantes trocaram passes, ouviu-se “olé” das arquibancadas.

10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
10/06/2015- Porto Alegre- RS, Brasil- Brasil e Honduras, em amistoso no Beira-rio, em Porto Alegre. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF

Deixe uma resposta

Top