You are here
Home > Esporte

Prova da Indy em Brasília é cancelada, mais uma prova do descaso e da má administração dos governantes brasileiros.

Band anuncia “cancelamento unilateral” de prova da Indy em Brasília por parte de órgão do governo do DF.

Indy

A Brasília Indy 300, que deveria abrir a temporada 2015 da categoria norte-americana no dia 8 de março, está cancelada. A organização da prova anunciou no fim da tarde desta quinta (29) em um comunicado oficial divulgado para a imprensa.

Segundo o Grupo Bandeirantes, a Terracap, Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal, realizou o cancelamento da prova de forma unilateral e informou ao grupo já nesta quinta.

O grupo avisa ainda que informará nos próximos dias sobre como vai realizar a devolução dos valores pagos por quem já havia comprado ingresso.

Descobriu-se que o dinheiro antes destinado para a realização da prova teve sua direção mudada para outros fins ainda não conhecidos. O cancelamento não aconteceu por problemas relacionados às obras ou à organização, mas por questões políticas e financeiras e está relacionado à mudança de governo.

Segundo estimativas do próprio Ministério Público de Brasília, a gestão de Agnelo Queiroz (PT-DF), encerrada ao fim de 2014, deixou um rombo gigantesco nas contas do Distrito Federal de aproximadamente R$ 17 milhões mensais pelos próximos 22 anos.

A mudança da prova da Indy para Brasília foi anunciada no ano passado, depois que a categoria passou a temporada sem vir ao Brasil após o rompimento do acordo de realização com a São Paulo Indy 300. Sob a ameaça de processo por parte da Indy, o Grupo Bandeirantes se mexeu e se acertou com o governo de Brasília para levar a corrida ao Distrito Federal em 2015.

Para tal, era preciso realizar obras de grande porte para adequar o ultrapassado Autódromo Nelson Piquet. Elas tiveram início em dezembro, e deveriam ser parcialmente entregues até a data do evento deste ano. Mais espeficialmente, o novo asfalto e as exigências de segurança, como guard-rails e áreas de escape. O restante seria feito a mais longo prazo.

Esse é o governo que temos, o Distrito Federal era “ADMINISTRADO” pelo Partido dos Trabalhadores, e o rombo em todas as áreas foram enormes. Mais uma perda gigantesca para o nosso esporte a motor.

Deixe uma resposta

Top